|

A história sempre se repete. As pessoas abrem a primeira conta de email e começam a usar na boa, mas Deus dá a farinha e o diabo fura o saco. Depois de um tempo vem a febre das correntes de email, com todo o tipo de conteúdo, inclusive o que você não quer.

Neste artigo veremos o que são essas correntes, para quê servem e como evitar os riscos que oferecem para a sua segurança e a do PC.

O que são as correntes de email?

Quando enviamos um email massivamente para muitos contatos com a intenção de que estes encaminhem a mensagem para outras pessoas estamos criando uma corrente. Assim, os envios se espalham rapidamente gerando alguns problemas e riscos de segurança.

A maioria das correntes explotam os bons sentimentos das pessoas, sua avareza ou as superstições. O conteúdo muitas vezes é falso e pode ser do mais diverso: aviso de vírus, prêmios, amizade, medo, doenças e muitos mais. Veja um exemplo:

Aviso de vírus!

Se você receber um email entitulado "Badtimes", apague-o imediatamente. Nao abra!

Aparentemente este é bravo. Ele não vai apenas apagar tudo que estiver no seu HD, mas tambem vai apagar todos os disquetes, CD-ROMs, Zip Disks e DVDs num raio de 20 metros de seu computador. Ele vai desmagnetizar todos os seus cartoes de credito, mudar sua senha no banco, estragar o tracking do seu video-cassete e vai usar campos harmonicos sub-espaciais para arranhar todos os CDs que você tentar ouvir.

Ele vai mudar a temperatura do seu refrigerador para que seu sorvete derreta e seu leite talhe, e ele vai programar a discagem automatica do seu telefone para que ele so ligue para sua sogra! Muito cuidado!

Passe isso para todos os seus amigos, parentes, vizinhos, familia, inimigos, encanadores, lixeiros, acionistas, medicos, advogados, e quaisquer conhecidos! é para o próprio bem dele! Obrigado! As correntes existiam muito antes da invenção do email. Você lembra das notas de dois ou cinco reais escritas com mensagens nefastas? A tecnologia só agilizou esse processo com envios por correio eletrônico.

Por que existem?

Os motivos de quem cria as correntes podem ser dos mais variados. Algumas são criadas para prejudicar a reputação de pessoas ou empresas. Outras, com o intuito de coletar endereços de email e vendê-los para espalhar spam ou contaminar redes e computadores. Finalmente, há quem cria correntes só por diversão mas sem estar ciente do risco que provoca.

Por que são um problema?

A consequência imediata das correntes massivas é a perda de tempo do receptor, que não tem interesse pelo conteúdo. Para empresas, as correntes representam um problema sério pelo consumo excessivo de banda larga e pelo armazenamento das mensagens que se multiplicam rapidamente.

Porém, o principal risco está na segurança e privacidade das pessoas. As correntes de email reúnem quantidades enormes de endereços em minutos. Toda essa informação é utilizada depois para enviar massivamente mensagens não desejadas com publicidade ou vírus.

Como minimizar os riscos?

O primeiro passo é detectá-las e apagar o que não interessa. Se, apesar disso, tem uma mensagem que você quer encaminhar, veja aqui algumas dicas para enviar o email adequadamente: Escolha os destinatários: enviar para a lista de contatos completa não é boa ideia. Como não são todos que têm os mesmos interesses, convém selecionar as pessoas com quem compartilhar ou criar grupos para envios frequentes.

Elimine todo o lixo da mensagem: as listas infinitas de emails no corpo da mensagem são a chave para reconhecer correntes. Depois de clicar em encaminhar, apague toda a informação referente a emails, assinaturas e outros dados não importantes.

Use CCO (Com Cópia Oculta) no campo do destinatário: o email pessoal é privado e não é recomendável compartilhar toda a lista de contatos publicamente. Use o CCO (ou BCC em inglês) para colocar o email dos destinatários.

Em resumo, é preciso ficar de olho para identificar o lixo que entra no nosso email e evitar reenvios sem critério. Selecione bem os emails que encaminha, proteja sua privacidade e a dos seus amigos.

Comentados

  • Hélio Filho |
    12/03/11
    Hélio Filho

    Tenho uma política simples e eficaz: nunca repasso corrente.

  • Mauro Britto |
    30/10/11
    Mauro Britto

    Troféu Joinha pra ti manolo

  • Valdeli |
    09/11/11
    Valdeli

    Eu sou uma anta que repassa correntes.

  • Dalia Rosa |
    22/01/12
    Dalia Rosa

    Já fui enganda por ter intenção de ajudar.

31/07/14
Seu avatar