Google Drive: veja tudo o que você precisa saber

Depois de muitos rumores e espera, o gigante Google finalmente lançou o seu serviço de armazenamento online. O Google Drive oferece 5GB grátis (expansíveis até 16TB, pagando) para você guardar qualquer tipo de arquivos na nuvem e acessá-los de qualquer lugar.

Quais as vantagens do Google Drive?

Espaço para guardar arquivos na nuvem não é nenhuma novidade. Outros serviços, como os famosos DropBox, Microsoft SkyDrive ou  Box para celulares já ofereciam isso antes. A principal novidade do Google Drive é a possibilidade de editar e compartilhar documentos online.

Mas os novos recursos não param por aí. O Google Drive usa a tecnologia de identificação de textos em imagens (OCR) para reconhecer o que está escrito em documentos escaneados e fotografados. O Google Goggles também é usado para identificar objetos fotografados. Ao fazer uma busca por “Torre Eifel”, por exemplo, seus retratos da viagem a Paris podem sair nos resultados de busca.

Como se inscrever no Google Drive?

Para conseguir os 5GB online, é preciso pedir acesso ao serviço para o Google. Visite a página do Google Drive e registre seu e-mail. Quando o seu HD virtual ficar pronto, o Google enviará um aviso e então você já poderá usar o seu Google Drive.

Integração com outros serviços do Google

Outra das principais vantagens do Google Drive é a completa integração com outros serviços do Google, principalmente com o Google Docs. Isso significa que é possível abrir, visualizar e editar seus arquivos no próprio navegador. Até mesmo os vídeos podem ser assistidos online em um player igual ao do YouTube:

Além dos 5 GB do seu HD virtual, ao se inscrever no serviço, o seu Gmail ganha automaticamente uma caixa de entrada de 10GB e, sua conta Picasa, 1 GB, para que você possa guardar mais fotos.

Enviar anexos grandes por e-mail também ficou mais fácil. Agora é possível mandar apenas o link de acesso (já integrado ao Gmail), com a opção de permitir que outras pessoas editem o seu documento.

Google Drive no celular

O aplicativo do Google Drive para Android já está disponível enquanto o de iPhone está a caminho. Na verdade, o que houve foi uma transformação do antigo app Google Docs. Nele é possível visualizar, abrir e editar o que está guardado no seu disco virtual.

Quais são as limitações do Google Drive?

A principal limitação do serviço está relacionado justamente ao seu ponto forte: edição de arquivos. No Google Docs era possível editar praticamente qualquer arquivo de texto, como Doc, RTF ou TXT. Já no Google Drive, é necessário converter ao formato do Google (Gdoc).

Outra desvantagem são os arquivos criados diretamente no novo serviço. Eles não ficam acessíveis em modo offline, a não ser que você configure o navegador Google Chrome especificamente para isso (abrindo o serviço no navegador e selecionando “Set up Docs offline”).

Google Drive é melhor que o DropBox?

Os dois serviços são muito parecidos e ambos mantêm uma pasta sincronizada no seu computador. O DropBox é uma das opções mais usadas para armazenar arquivos online. Já o Google Drive tem como diferencial a edição online, com a desvantagem de ser necessária a conversão ao formato Google para usar essa função.

Mas nada impede você de utilizar os dois serviços ao mesmo tempo, sem esquecer outras opções como o Microsoft Skydrive e o Box para celulares.

Chegou a hora de aposentar de vez o pendrive. E, se já começou a usar o Google Drive, não se esqueça de comentar aqui no OnSoftware o que está achando do serviço!

Carregando comentários