8 dicas para sobreviver no Dark Souls 2

Dark Souls II é atualmente um dos jogos mais difíceis já lançados. Para poupar você de algumas crueldades, nós separamos boas dicas de sobrevivência. Mas, antes, uma coisa: sim, você vai morrer muitas vezes e isso é parte normal do processo de aprendizagem neste RPG sádico e matador.

Dica 1: a força reside na paz

O complicado do Dark Souls II é que há um monstro matador em cada esquina do mapa. Não corra às cegas para a armadilha, lembre-se que seu personagem pode sofrer um dano monstruoso se for pego por trás. Se você entrar em um combate com o pé esquerdo contra uma criatura em particular, não corra atrás dela como um maluco. Descanse um pouco e, apenas depois, volte a combatê-la.

Dica 2: role bastante… e direito

Apenas quem aprendeu a se esquivar corretamente vai se dar bem em Dark Souls II. Não importa qual a classe escolhida. No começo, sem qualquer treinamento, ninguém é forte o suficiente para derrotar os inimigos frente-a-frente em uma luta só com espada e escudo. A cambalhota é uma alternativa importante. Rolar no momento certo garante uma fuga dos ataques com segurança. Por poucos segundos, você não estará tão vulnerável.

Comece a esquivar assim que seu oponente sacar as armas. Espere o momento certo e role por baixo do movimento do ataque. A desvantagem de rolar? O movimento consome stamina, sua barra de energia, que é necessária para atacar. Por isso, é necessário combinar este tipo de ação com esquivas o quanto for possível. Como qualquer movimento de defesa, requer bastante prática. Quanto mais cedo você começar a treinar, mas fácil o Dark Souls 2 se tornará.

Movimento de rolagem garante uma sobrevida ao personagem

Role bastante para escapar dos inimigos.

Dica 3: entenda o padrão de ataque dos seus inimigos

Para rolar com efetividade, é indispensável conhecer seus inimigos e as formas de ataque padrão de cada um. Se o seu oponente levantar o escudo e sempre tenta atacá-lo com uma lança, isto é uma informação valiosa. Role durante a transição do ataque e contra-ataque!

Dica 4: escolha o equipamento certo

Não sobrecarregue seu personagem. Quando o armamento é muito pesado, você não consegue rolar e, pior, esquiva com dificuldade. Equilibre seu equipamento e os atributos de energia para não prejudicar sua mobilidade.

Também veja a disponibilidade de uso dos equipamentos e tenha diferentes armas – assim você pode trocar de armas (caso precise) se o machado ou adaga quebrar no combate. Se você quebrar sua única espada, perderá muita potência de ataque e ficará vulnerável para os próximos combates.

É recomendável estar equipado com um escudo para se defender das flechas, principalmente quando não é possível escapar de outros jeito. Também é importante abaixar o escudo assim que você estiver mais seguro. Se você não o fizer, sua energia vai se recuperar lentamente. Se isto acontecer, você não terá força suficiente para bloquear a próxima flecha, atacar ou mesmo rolar.

Dica 5: mantenha distância

Os inimigos em Dark Souls II têm uma área delimitada a princípio. Use isto como vantagem para criar uma estratégia e evitar combates em grupos. Atire uma flecha em um inimigo e faça com ele o persiga para uma área aberta, na qual você tem mais liberdade de movimento. Lutar individualmente contra os monstros é mais fácil que lutar cercado.

Em combates, concentre seu ataque e evite grupos de inimigos

Mantenha distância de grupos e procure concentrar seus ataques em um inimigo

Dica 6: use o ambiente como vantagem

Você já jogou uma besta feroz da montanha? É um exemplo perfeito de como virar a partida e usar o ambiente ao seu favor como vantagem. Além disso, você pode atrair seu inimigo para o topo de uma montanha e vê-lo ser derrubado pela força da natureza. A estratégia também serve para atrair inimigos gigantes à lugares que eles não podem entrar. Assim você pode golpeá-lo em uma distância segura com magia ou flecha.

Dica 7: use suas almas

As almas são bens voláteis que você não precisa carregar o tempo todo. Pior mesmo é perdê-las desnecessariamente. Use as almas conquistadas o mais rápido possível para avançar de nível ou comprar itens que trarão benefícios durante sua viagem.

Dica 8: use a fogueira estrategicamente

Fogueiras são uma espécie de canivete suíço em Dark Souls II. Você pode usar para curar ferimentos, reparar pedaços da armadura e armas, repor magias e viajar pelo mundo. No topo da lista estão os pontos de reposição. Ao construir uma fogueira perto de situações complicadas, você pode evitar viagens desnecessárias.

Fogueiras evitam dores de cabeça futuras

Fogueira fornece saúde, armadura e restaura magias

Conclusão: paciência traz sucesso

As dicas acima devem ajudar a pegar a manha do Dark Souls II com mais rapidez, onde cada morte é uma lição de aprendizado. Talvez você precise ganhar um pouco de experiência para chegar ao chefão e morrer, mas, mesmo assim, terá aprendido algo. Neste ciclo eterno, você se transformará em um jogador habilidoso, temido pelos demônios e não o contrário.

Qual é a sua dica mais valiosa para superar as mortes em Dark Souls II?

[Artigo original em alemão]

Links relacionados:

Carregando comentários