Chrome, o que está acontecendo? Ficou tão lento quanto o velho Firefox

Nós reparamos que está acontecendo com o Chrome o mesmo que aconteceu com o Firefox há cinco anos. Se tornou pesado. É potente, mas é lento. É como carregar um sistema operacional dentro de outro.

Somos usuários fiéis do Google Chrome. Nós o utilizamos principalmente no Windows. Sua simplicidade nos fisgou desde o primeiro momento, há mais de cinco anos. Praticamente não usamos outros navegadores. Porém, há algumas semanas notamos que a velocidade já não é a especialidade do Chrome.

Abrimos o IE11 e é uma bala. O Opera e o Safari são muito rápidos. Mas a maior surpresa foi dada pelo Firefox: ele mudou muito e agora está mais rápido. Será que vai acontecer com os navegadores o mesmo que aconteceu com os sistemas operacionais? Quanto mais são usados, pior ficam? O que temos claro é que o Chrome não é mais o Usain Bolt da web.

O complexo sistema operacional está cobrando seu preço

A facilidade com que o Chrome pode fazer tudo na nuvem torna mais fácil o uso de muitas abas, cada uma delas cada vez mais pesada. É fácil perder o controle. As extensões e os aplicativos complicam tudo também. No final, você tem um monstro que gasta centenas de megabytes de memória e que é muito difícil de domar.

Peso da versatilidade do Chrome está afetando o navegador

Chegará um dia em que o Chrome será tão pesado que quebrará o chão do Windows e cairá em um abismo de telas azuis. Os atrasos preocupantes que ocorrem ao abrir uma nova aba e ao solicitar o carregamento de um site nos fazem pensar: o que está acontecendo com o nosso navegador favorito?

A situação pede um comparativo menos artificial

Talvez estejamos errados. Talvez seja algo que sempre aconteceu com programas usados durante um longo período. Será um ciclo? Nós sentimos que é hora de mudar, de dar uma chance ao Firefox. Até que se torne pesado e então voltaremos para o Chrome. Ou para o que o substitua até lá.

Para dar suporte às nossas sensações, decidimos repetir a comparativa de velocidade que realizamos em 2013. Mas desta vez temos que tentar algo diferente, um teste mais próximo do uso real de um navegador, com dezenas de abas abertas e extensões instaladas. Será que o Chrome vai ganhar? Vamos ver.

Você também têm a sensação que o Chrome ficou mais lento?

[Artigo original em espanhol]

Acompanhe o Softonic nas redes sociais: curta a fanpage do Softonic no Facebook e siga @softonic_br no Twitter.

Carregando comentários