Assim medimos a velocidade dos navegadores no Softonic

Nossos comparativos de navegadores são realizados com um método que você também pode usar em casa. Se quer saber como medimos a velocidade e o consumo apresentados pelo Firefox, Chrome, Opera e Internet Explorer, continue lendo.

Hoje em dia, não há programa mais importante que o navegador de internet. E de um browser costumamos esperar, sobretudo, velocidade e leveza. Por isso, queremos medir e comparar estes parâmetros.

Criamos uma metodologia de medição de rendimento que, além de buscar a objetividade, tem a finalidade de ser fácil de entender e acessível a qualquer pessoa que leia este artigo. A seguir, explico melhor no que consiste nosso método e como são feitos os testes que levamos a cabo.

PC de testes

A máquina utilizada para testes é um PC padrão com 4GB de memória. O sistema operacional é o Windows 7 Ultimate de 64-bit com todas as atualizações. Usamos o Windows 7 por ser a mais popular entre todas as versões do Windows.

PC com Windows 7

Este é o PC em que fazemos todos os nossos testes; o disco duro está totalmente desfragmentado

Durante o teste não são executados outros programas (nem sequer antivírus) para evitar interferências. Todas as opções de energia também ficam desativadas para que o PC não se desligue por falta de atividade.

Adicionalmente, o PC é reiniciado antes de cada teste, e esperamos 30 segundos após o início de cada sessão para começar as provas, tempo que cronometramos para garantir que todos os testes são feitos nas mesmas condições.

Navegadores escolhidos

Durante os testes de velocidade, nenhum outro programa é executado, nem sequer um antivírus

Carregar páginas de internet faz com que a velocidade oscile, razão pela qual só abrimos sites usados durante o teste de velocidade a partir
de um PC que executa o Nginx, servidor online muito rápido e confiável.

Servidor local foi usado para testar os sites

O servidor local evita a maioria dos erros devido à confiabilidade da conexão

Os navegadores sempre são executados com uma configuração limpa, sem histórico, cookies ou extensões. Isso para que não haja código alheio ao browser sendo lido ao mesmo tempo.

Finalmente, o PC de testes é conectado à internet por fibra ótica. Todas as análises são registradas com o Adobe Premiere por meio de uma gravadora HDMI.

Testes que executamos em cada browser

Decidimos realizar apenas testes que consideramos realistas e próximos do dia a dia, como o de velocidade quando muitas abas são abertas e medições de rendimento que lançam mão de gráficos.

PeaceKeeper é o serviço de testes usado na prova

Testes como Peacekeeper põem à prova o navegador com tarefas típicas

Os exames que realizamos são os seguintes:

    1. Início a frio com apenas uma aba: a home page de cada navegador. Mede-se o tempo que o browser leva para ser
      executado e abrir o Google depois da inicialização do computador.
    2. Início a quente com apenas uma aba. Repete-se o mesmo teste meio minuto depois do início a frio para comprovar se, depois da primeira inicialização, o navegador ganha velocidade.
    3. Início a frio com 11 abas. Carregam-se 11 sites a partir do servidor local e paramos o relógio quando o browser obedece a ordem de deslocamento enviada com a roda do mouse.
    4. Inicio em quente com 11 abas. É parecido ao teste a frio com 11 abas, mas executado 30 segundos depois de o navegador ter sido fechado depois do terceiro teste.
    5. Uso de memória em megabytes. Medimos com 1 aba carregada, com 20 abas carregadas e, outra vez, com 1 aba carregada, depois de fechar as outras, para verificar a recuperação da memória.
    6. Testes de velocidade de tecnologias online usadas para criar aplicativos complexos. Escolhemos as duas análises independentes que consideramos mais confiáveis e próximas à realidade:

Os tempos são medidos com o Adobe Premiere: em cada passo, utiliza-se o tempo transcorrido até o fotograma que
marca o final do teste. Quanto aos sites usados para medir a velocidade, são os seguintes:

  1. Home do Reddit.com
  2. Página da “Apple” na Wikipedia em inglês
  3. Uma busca no Twitter
  4. Uma busca no Google
  5. A análise do Ares feita pelo Softonic
  6. O mapa de Barcelona no Bing
  7. Home do Yahoo! (EUA)
  8. Home do BuzzFeed.com
  9. Pinterest “90s Nostalgia” (inteiro)
  10. Primeira página do top do Imgur
  11. Página do app do Softonic na Amazon

No teste de memória, abrimos a página principal do Google e as análises do Top 20 do Softonic Espanha. Antes de medir a memória
outra vez depois de fechar as 20 abas, esperamos passar um minuto.

Medidor de memória do Google Chrome

O medidor de memória do Chrome é muito confiável na hora de medir o consumo

As medições são feitas três vezes para cada condição e, ao final, tiramos a média. A ferramenta usada é o medidor de consumo do
Chrome, muito confiável no momento de comprovar o uso da memória dos navegadores modernos.

Un método em constante evolução

Queremos que esta metodologia melhore com o tempo. Está aberta a alterações e sugestões, que avaliaremos e aplicaremos em edições seguintes de nossos comparativos de rendimento.

Que aspectos você gostaria que fossem medidos?

[Artigo escrito em espanhol]

Leia também:

Carregando comentários