Curso de informática básica 1: ligar e desligar o computador

Depois de muita luta, finalmente chegou ou dia: um computador novinho em folha bem na sua frente. Lindo, brilhante, com cheiro de novo… Só falta um detalhe: saber como usá-lo…

Ainda que o título deste post pareça um paradoxo – se você está aqui lendo este artigo, é porque o computador está ligado – a ideia é que, por exemplo, seus pais, avós ou gente que ainda não está familiarizada com a “máquina”, possam ter alguma fonte de informação elementar.

Por isso, nós do Softonic começamos hoje a série “Curso de Informática Básica”. Serão dicas básicas de como usar um PC de forma apropriada. E, como diria o filósofo, “comecemos do princípio”:

Ligar o computador

Antes de qualquer coisa, é preciso saber como funciona um computador. Se for um computador de mesa, por exemplo, é necessário ligá-lo à tomada e, de preferência, com um filtro de linha (uma vez que a rede elétrica pode ter variações e queimar sua nova aquisição).

Se for um laptop, são duas as opções de uso: conectado à eletricidade ou pela bateria. Evidente que tal bateria precisa ser carregada e o computador irá funcionar enquanto dure a carga.

Feito isso, chegou o grande momento: ligar o bicho. Lembre que, por mais novo que seja o seu equipamento, ele precisa de um tempo para ligar. Durante estes segundos ou minutos entre o momento em que você aperta o botão e o sistema carrega completamente, muitas coisas acontecem. A máquina está se preparando para oferecer – ou não 😉 – tudo o que você sempre quis.

A única coisa que você vê é uma tela negra? Calma, é assim mesmo: se o PC e o monitor estão bem conectados e ligados, esta escuridão é normal e faz parte do processo. Logo você verá algo assim:

Quem são os “usuários”?

Nós aqui no Softonic não gostamos de usar esta palavra: dá uma sensação de distância um pouco exagerada. Entretanto, quase todos os sistemas operacionais vão chamar você de usuário, ainda que você seja uma bela fêmea.

Agora não é o momento de se preocupar com isso, mas é importante saber que se você vai compartilhar o computador com outras pessoas, é possível ter o seu próprio “usuário”. Como assim?

Imagine que o seu time do coração é o Santa Cruz e você gostaria de estampar a bandeira do “Santa” no monitor. O problema é que outra pessoa, que também vai usar o mesmo PC, é Sport rôxo… Para não dar briga, é possível criar vários usuários, com perfis personalizados e visuais diferentes.

O que é a Área de Trabalho?

É a primeira coisa colorida que você vê depois de ligar a máquina. Se ela apareceu, estamos no caminho certo. Neste lugar é onde a magia começa, onde você vê a luz! Parece um pouco vazio?  Sem graça? Não se preocupe: logo, logo estará cheio de coisas, você vai ver…

Apagar o computador

Nem adianta achar que para desligar o PC é só apertar o botão Liga/Desliga outra vez: você deve desligar o bicho de outra maneira. O motivo? Imagine que você está com algum documento aberto ou imprimindo seu currículo e, de repente, tudo isso fosse interrompido… Pior ainda: você pode até causar dano na máquina se desligá-la de maneira inadequada.

A ideia é simples: é preciso dizer ao computador que se prepare para fechar a “casa de máquinas”. Para apagar o PC, vá a Iniciar > Apagar.

Note que há outras opções na hora de desligar o PC. O que significa cada uma delas?

– Apagar: óbvia – desligar completamente o PC. Se você vai passar algum tempo sem usar o computador, é a melhor opção;

– Suspender: esta opção é prática quando você prentende voltar a usar o PC em pouco tempo;

– Trocar usuário/Fazer logoff: aqui, você deixa de usar o computador com o seu “usuário”, mas deixa a máquina ligada para que outra pessoa abra uma nova sessão;

– Reiniciar: quando você quer que o computador ligue novamente. Normalmente, só é necessário quando algum programa requer o reinício da máquina ou quando você tem problemas de rendimento.

Tem um laptop?

No caso dos computadores portáteis, existem outras possibilidades. Normalmente, quando você fecha o monitor, o computador entra em estado “suspenso”. Como se estivesse tirando um cochilo.

Outra opção é o “hibernar”: o cochilo já é maior, como uma “siesta” espanhola. A vantagem? Você pode recomeçar de onde parou sem problemas.

Hora de dormir!? Então, boa noite computador novo.

Carregando comentários