10 conselhos para você se tornar um cavalheiro no WhatsApp

Como ser um cavalheiro no WhatsApp

A comunicação no WhatsApp tem três características que o tornam especialmente perigoso: é gratuito, instantâneo e a comunicação é feita com textos e emoticons. Ao não mostrar rostos, nossos cérebros limitados perdem a direção, o que provoca desentendimentos e confusões.

Nossos dedos, livres de cometer qualquer erro, despejam pensamentos e palavras sem correções. As frases saem tão rápidas quanto o Usain Bolt em uma prova de 100m contra o desprevenido destinatário. As consequências são óbvias e vão desde o bloqueio até envergonhar o ser humano menos puritano da fase da terra.

Entender como funciona o WhatsApp e o que esperar dos demais antes de ficar chateado é o mínimo para você ter uma experiência tranquila no app. Para dar uma mãozinha, nós preparamos uma pequena lista com dez recomendações para você se transformar em um homem gentil.

Se você não pode conversar, diga para a outra pessoa

Não ignore uma mensagem. Isso gera ansiedade no interlocutor. Também não responda com um simples “OK” para as mensagens recebidas. Dá a impressão que você responde sem prestar atenção ao conteúdo das mensagens.

mostre que você se importa com a outra pessoa

Se alguém puxar conversa e você não puder dar a devida atenção, gaste alguns segundos para explicar ao seu contato. Mudar o estado do WhatsApp também é válido (por exemplo, colocar que está ocupado).

Escrever frases curtas e inteligíveis

A imediatez do WhatsApp não impede ninguém de escrever mensagens compreensíveis. Não tem nada mais irritante que receber um parágrafo dividido em dezenas de frases. É o tipo de conduta parecida com os telefones que vibram ou tocam sem parar e dificultam a leitura dos outros, por exemplo.

Pense um pouco ao compor a mensagem antes de tocar na tela do WhatsApp. Uma frase com dez a vinte palavras é mais que suficiente para você expressar um pensamento simples. Pense e escreva.

Leia a mensagem antes de enviar

Como demonstra o fantástico blog Damn You Autocorrect, os celulares dificultam nossa tarefa de escrever. Em vez de nos ajudar, os corretores automáticos interferem na escrita e trocam a grafia por palavras erradas. E se não o fazem, nós é que erramos no lugar deles, claro.

Assim, antes de pressionar o botão de envio, espere um pouco e revise o conteúdo da mensagem. Você evitará acidentes vergonhosos e crises diplomáticas. Além disso, lembre-se que hoje em dia é difícil manter segredo; se você for uma ‘celebridade’, toda a NSA estará chorando de rir com alguma gafe sua.

Não mande mensagens muito tarde

Enviar mensagens fora de hora é uma ideia bem ruim, sobretudo se você tomou algumas bebidas fortes ou está cansado. Os erros aumentam e se descontrolam. O pior é acordar outra pessoa, que talvez esteja roncando na cama, completamente exausta.

Você pode apagar uma mensagem enviada, caso ela tenha não tenha chegado. Uma vez que ela esteja marcada duas vezes, não existe nada que você pode fazer (exceto fazer de conta que não aconteceu nada). Moral da história: é melhor prevenir que remediar.

Usar os grupos para comunicações importantes

Ninguém sabe direito para que servem, mas todos estão de acordo com uma coisa: os grupos do WhatsApp são uma grande invenção. E também muito ruidosos e irritantes. Se você participar de um, procure enviar poucas, e relevantes, mensagens. Não use com seriedade.

Grupos de mensagens podem ser inconvenientes dependendo do horário

Uma situação particularmente dramática são as conversas em grupo à noite. Para a pessoa que não participa, é como um trio elétrico que se materializa na sala às três horas da manhã. Evite participar deste grupos barulhentos na madrugada se você sabe que vai incomodar alguém.

Não brinque com “escrever e apagar”

Já nos tempos do MSN nós podíamos abusar da mensagem “está escrevendo alguma coisa” para chamar a atenção de outra pessoa durante a conversação. Como fazer isso? Escrevendo e apagando a mensagem sem parar, uma infame técnica conhecida como “o tango do espaço e retrocesso”.

Infelizmente, o WhatsApp não está livre desta praga, mas você, que deseja passar por cima de toda barbárie e caos, tem uma chance de se redimir. Já sabe: não brinque com a paciência dos outros com esta bobagem.

Desligue o som do WhatsApp

Este conselho não se aplica a pessoa que envia a mensagem, mas para quem recebe. Usar o WhatsApp com qualquer som habilitado (teclado ou notificação) denota uma grande falta de sensibilidade com os ouvidos alheios. É como ter um pica-pau de mascote.

O gentil cavaleiro do WhatsApp se distingue das pessoas vulgares por usar o telefone com descrição. Vibrações são uma excelente alternativa aos avisos sonoros em qualquer situação. Agora, se você estiver pilotando um caça, a notificação sonora do WhatsApp é aceitável.

Não espere e nem peça confirmação de mensagem

Demonstre segurança em você mesmo reprimindo o impulso de perguntar para a outra pessoa se ela leu sua mensagem. O WhatsApp indica a entrega da mensagem, mas jamais a leitura. Nada pode assegurar que uma frase foi lida e compreendida, nem se o WhatsApp quiser. Acredite em mim: é melhor assim.

Quando você estiver perto de confirmar o recebimento da mensagem com a outra pessoa, pare e volte seus pensamentos para outra coisa. Existem tantos motivos para uma pergunta não ter resposta que não vale a pena gastar suas energias com o tema.

Apresente-se quando conversar com alguém que não o conhece

Você recebe o número de telefone de um conhecido, adiciona na agenda e a pessoa aparece no WhatsApp. Feliz da vida, você envia uma mensagem dando como certo que ela reconhecerá seu número e sua imagem de castor sorridente.

Antes de tirar conclusões precipitadas, apresente-se para a outra pessoa dizendo quem é e como obteve o número dela. Não fique surpreso se você for bloqueado temporariamente ou se for tratado com frieza: você pode ter sido confundido com um spammer ou com uma pessoa inconveniente. Mesmo que seu avatar seja de um simpático roedor sorridente.

Não propague mensagens em cadeia ou rumores

Desenhos feitos com emoticons. Piadas sujas. Imagens bobas, truculentas ou desagradáveis. Sons obscenos. Vídeos inapropriados. Cadeias de mensagens que precisam ser repassadas para dez pessoas. Rumores sem sentido. Notícias sensacionalistas. Memes.

Nada disso deve sair do seu WhatsApp. Além de você usar o espaço de armazenamento e a conexão da outra pessoa com bobagens, você vai deixar bem claro que é tão fácil de ser persuadido como o Pinóquio em um congresso de advogados.

Pronto. Agora você é um homem gentil

Espero que este guia humilde tenha servido para você ter mais consciência de quais são as ofensas mais comuns que podem ser cometidas no WhatsApp. Se você tiver outros conselhos para preservar os bons modos, não tenha dúvida em compartilhar nos comentários com a gente.

Já cometeu alguma gafe no WhatsApp? Compartilhe sua história na tela de comentários.

[Artigo original em espanhol]

Carregando comentários