10 dicas para melhorar os resultados das suas buscas no Google – Parte 1

É inegável que o Google é uma tremenda mão na roda. São poucas as buscas que trazem um resultado “igual a zero” e dá para encontrar quase tudo o que a gente precisa. Para quem trabalha com computador então, nem se fale… Eu mesmo, uso o Google muitas vezes ao dia, todos os dias.

Entretanto, o que muita gente não sabe é que o Google aceita “comandos” que podem facilitar ainda mais a sua vida. O mais legal é que você não precisa ser nenhum nerd ou craque em informática para usá-los: alguns desses truques consistem apenas em inserir um símbolo, incrementar a busca e saber algumas palavras em inglês.

Se você tem curiosidade em saber como estes truques funcionam, confira como detonar no Google:

1. Estou com sorte

Se o Google publicasse estatísticas de cliques no “Estou com sorte”, os resultados certamente seriam pífiios em relação ao “Pesquisa Google”. Ao fazer uma busca, o movimento é praticamente mecânico: digitamos alguma palavra-chave e apertamos o “Enter” no teclado.

Mas, e se eu digitar alguma coisa e clicar no “Estou com sorte”, o que acontece? Prove! Experimente digitar “Softonic” e clique lá para ver 🙂

Um detalhe: com as sugestões automáticas de pesquisa, fica meio difícil clicar no “Estou com sorte”.

Para conseguir, enquanto estiver digitando a palavra-chave na página seguinte, note que a função está no lado direito das sugestões de pesquisa. Manda bala com o mouse que rola!

2. Aspas para uma busca específica

As aspas fazem uma diferença danada para o Google. Você quer fazer uma busca específica, muito específica, do tipo: meias amarelas de seda chinesa. Se você digitar estas palavras, o Google exibirá resultados para cada uma delas.

No entanto, ao fazer a mesma busca, só que entre aspas, os resultados mudam completamente:

As aspas são fundamentais para você obter resultados mais apurados.

3. Incluir um termo na busca (Operador +)

Quando você procura bolo de chocolate sem as aspas, automaticamente o Google exclui o “de” por meio de uma técnica chamada stop words. Tal técnica é proposital e serve para ignorar palavras irrelevantes.

Para incluir um termo na pesquisa, use o sinal de adição (+) antes da palavra e sem espaço. Por exemplo, “Mad Men season 1”: se você não usar o sinal “+”, o Google ignora o “1”. Mas, quando você usa o sinal, o resultado é outro:

4. Excluir um termo na busca (Operador -)

O inverso também funciona: para excluir palavras ou homônimos. Imagine que você quer fazer uma busca e não quer que determinado resultado seja exibido, por exemplo: você quer procurar jogos para android, mas não quer fazer o download.

Então, digite jogos para android -download e voilá!

5. Incluir similares (Operador ~)

Esse é bacana! Você usa o símbolo do til (~) como prefixo da sua busca e autoriza o Google a exibir resultados de termos similares.

Digite ~dançar e, além dos resultados para esta palavra, termos como “dança”, “dançarino” ou “dance” também terão os resultados exibidos.

O problema é que nem sempre funciona em português…

6. Incluir um ou outro, não ambos (Operador |)

Quando você encontrar a barra vertical no seu teclado (:-P) e usá-la numa busca, estará dizendo ao Google que quer um resultado ou outro, mas nunca com ambos os termos.

Exemplo: você curte um metal e quer páginas só do Iron Maiden ou só do Metallica, mas que não contenham as duas bandas. Digite “iron maiden | metallica” (agora sim, com espaço) e veja os resultados!

7. Busca curinga (Operador *)

Essa é bem simples: imagine que você não lembra do nome completo daquele ator de Hollywood, o Tommy Jones ou algo do tipo… Muito bem, digite tommy*jones e bingo!

8. Buscar em um site específico

Você comprou um Android novinho em folha e quer procurar aplicativos legais. O problema é que a internet é enorme e os resultados serão tão genéricos que vai ser um pouco trabalhoso encontrar o que você quer.

Para evitar esse problema, faça uma busca apenas dentro do Softonic 🙂 e não na internet inteira.

Como? Entre no Google e digite aplicativos android site:softonic.com.br


9. Buscar um tipo específico de arquivo

A internet é um oceano de arquivos e dá para encontrar muita coisa legal, sobretudo no que diz respeito a temas educativos e profissionais.

Vai escrever a sua primeira redação, tese ou apresentação? Basta digitar a palavra-chave, usar o código “filetype” e em seguida, dois pontos e o formato do arquivo.

Exemplo: tese filetype:pdf

10. Buscar definições

Você não sabe o que quer dizer uma determinada palavra, sei lá… “carambola”!

Vá ao Google e digite define:carambola. Resultado: a definição da palavra.

É isso aí! Google: o oráculo do século XXI!

Carregando comentários