Em qual videojogo a seleção de Portugal é melhor? No FIFA ou no PES?

O Mundial de Futebol do Brasil já começou e o primeiro jogo de Portugal ocorrerá na próxima segunda-feira (16/6) contra a Alemanha. E em conversas aqui no Softonic, fazemos a pergunta: será que os videojogos de futebol conseguem reproduzir fielmente o estilo de jogo dos atletas de “carne-osso-e-chuteiras”?

Para tirarmos a “prova dos nove”, reproduzimos a partida entre Portugal e Alemanha no videojogo oficial do Mundial de Futebol – 2014 FIFA World Cup Brazil -, da Electronic Arts, e no Pro Evolution Soccer 2014, da Konami. E chamamos dois especialistas portugueses em futebol aqui do Softonic para controlar os atletas lusitanos virtuais e comentar as diferenças… ou semelhanças. Veja nos vídeos abaixo:

Portugal x Alemanha – 2014 FIFA World Cup Brazil (PlayStation 3)


André dos Santos – Talent Acquisition Specialist – Softonic

“Como seguidor praticante do FIFA, devo admitir que a edição para o Mundial perde grande parte dos detalhes que tanto o caracterizaram no cambio do 13 ao 14. A primeira sensação foi a de estar a jogar PES, já que a câmara, o movimiento dos jogadores e os delays na recepção/passe se assemelham mais ao trabalho da Konami.
A escalação da equipa é perfeita, por muito que nos doa não poder contar com as trivelas do Quaresma, a ginga do CR está gratamente exagerada e o Nani da vida real já se poderia fixar no da EA Sports. Nota negativa para a dificuldade em fazer circular a bola e evitar o clássico recurso da “biqueirada prá frente e fé em Deus” digna dum clássico lisboeta entre o Domingos Savio e o Palmense.”

Carlos Silva – QA Automation Specialist – Softonic

“No FIFA, os erros defensivos e a falta de eficácia em frente da baliza ditaram o resultado final, mas foi possível assistir em certos momentos a boas jogadas por parte de Varela e – claro – Cristiano Ronaldo, os melhores jogadores portugueses no jogo.”

Portugal x Alemanha – Pro Evolution Soccer 2014 (Xbox 360)


André dos Santos – Talent Acquisition Specialist – Softonic

“Para mim, encarar a Xbox é como pedir um tamanho L de um T-Shirt numa qualquer loja americana e sair com os joelhos tapados. O comando é pensado para matulões e, como não é o meu caso, quando arranco com o Cristiano Ronaldo desde o meio campo quando chego à área as minhas mãos transpiram tanto que escorrego para centrar. Uma coisa é certa: o desdobramento da malta das quinas é sensacional, a defesa imperial tal como a vida mesma, Pepe e Bruno Alves defendem a base de grandes cortes e distribuição de fruta. O ataque é criativo, ligeiro e de toque rápido. E Postiga, como não sabe meter golos, até mete golos sem saber como. O meio campo está sólido e equilibrado, os miúdos são bons mas também metem nódoas enquanto arranjam o cabelo.”

Carlos Silva – QA Automation Specialist – Softonic

“A selecção portuguesa no PES não demonstrou tanta capacidade técnica, mas fez das tripas coração e tirou proveito da sua força de espirito para defender um resultado positivo contra a Alemanha. Cristiano Ronaldo parece muito mais rápido neste jogo do que no FIFA e mesmo do que na vida real.”

Bonus track: quem bate mais? Portugal ou Alemanha. Veja em nosso “faltômetro”:


Carregando comentários