Escolha dos Editores: o melhor serviço de música online

Escolha dos Editores: o melhor serviço de música online

Aqui no Softonic, nós estamos sempre descobrindo e testando novos apps e games para tornar a sua vida mais prazerosa e tranquila. Oferecemos notícias diárias sobre o que acontece no mundo do software, tutoriais, dicas, previews, listas de programas top e, para oferecer uma visão ainda mais pessoal, resolvemos dar a nossa opinião sobre o que usamos no nosso dia a dia quando não estamos trabalhando.

Assim como você, também somos usuários ávidos por novidades e gostamos de escutar recomendações de amigos e especialistas para decidir o que usar. Essa é a ideia por trás deste post, que se converterá numa publicação semanal com as escolhas dos editores do Softonic numa determinada categoria.

Para começar, decidimos falar sobre nosso serviço de música online favorito. Eu, Cauê, Marcel, Rubens e o Rui vamos compartilhar quais apps ou webapps utilizamos seja para ficar antenado com o que está rolando nas rádios, seja para passar um tempo escutando nossas canções preferidas.

Assim como as preferências musicais, os programas escolhidos por cada um variam bastante. Afinal, gosto não se discute, se argumenta.

Rubens Eishima, editor do SoftonicRubens Eishima

No dia a dia, sou fã do MixRadio [Windows Phone]. Num primeiro momento não fazia muito sentido. Por que a Nokia vai criar um serviço de música com tanta gente mais experiente saindo do mercado? A então OVI Music Store também já foi Nokia Music Store e Nokia MixRadio até a Microsoft comprar a Nokia. E agora tudo indica que vai se tornar uma empresa independente – afinal de contas, concorre com o Xbox Music – e, tomara, aparecer em outros celulares e PCs.

Além do streaming online das principais gravadoras, o MixRadio oferece playlists especializadas: recomendações de famosos, destaques dos festivais 2014, corações partidos, hoje me sinto eufórico, dia das mães etc. Ainda, na conta gratuita para Windows Phone, permite gravar até quatro playlists no aparelho A única limitação é pular seis vezes de música em cada lista, mas aí é só mudar de playlist e depois voltar.

O sistema de sugestão de música quase sempre funciona muito bem. A partir de uma lista de bandas/artistas favoritos, o app monta uma playlist personalizada para você. Fora alguns artistas homônimos que nada têm a ver um com o outro, o MixRadio apresentou bandas novas que passei a escutar, além de encontrar coisas que há muito tempo eu não ouvia.

Com a independência do MixRadio, o mais provável é que o app do serviço chegue também ao Android e iPhone, acabando assim com uma das poucas exclusividades bacanas do Windows Phone. Outra foi o Here Maps, que não foi adquirido pela Microsoft.

Cauê Llop, editor do SoftonicCauê Llop

O meu serviço de música online preferido é, sem dúvida nenhuma, o Spotify [Online | Android | iPhone | Windows Phone | Windows | Mac]. Já usei muito o Last.fm e o Grooveshark, mas o Spotify tem alguns recursos que o deixam imbatível. É muito fácil criar e compartilhar listas, e você ainda pode seguir seus amigos.

Isso sem contar com o enorme acervo de músicas, difícil de ser superado pelos concorrentes. Tudo completamente grátis, sustentado pelas propagandas que você ouve entre algumas músicas. E ainda tem a vantagem de ser um serviço completamente legal, que paga direitos autorais aos artistas.

Marcel Perossi, editor do SoftonicMarcel Perossi

Eu não tenho “um” favorito, e sim alguns favoritos. Hoje em dia, o Spotify [Windows] é o player musical mais executado no Windows. Listas de reproduções, discos recém-lançados e artistas sugeridos são os principais recursos que me prendem à ele. Sobretudo as sugestões.

No Grooveshark [Online], onde fui ativo com frequência nos últimos anos, atualmente está reservado para encontrar discos fora do catálogo do Spotify. O site continua sendo bastante útil pela grande quantidade de discos e músicas disponíveis.

Já o 8tracks radio [Android] é o melhor lugar para escutar listas de reprodução. Até hoje, não encontrei qualquer lugar com tantas listas musicais boas, como a playlist de Blues com oito horas de música.

É uma tarefa complicada escolher apenas um porque, no fundo, os serviços são bem complementares: listas, novidades e catálogo. Os três, para mim, são a combinação perfeita.

Rafael Videiro, editor-chefe do Softonic em portuguêsRafael Videiro

Já fui fã número 1 do Spotify, passei o Grooveshark, experimentei o Napster e agora estou na fase do Deezer [Android | iPhone | Windows Phone | BlackBerry | Online]. E nessa andança por diferentes programas reparei em uma coisa: os serviços de música online estão cada dia mais parecidos, tanto no catálogo ofertado como nos recursos oferecidos. Até mesmo o preço cobrado pelo serviço premium – que geralmente o que faz é eliminar a publicidade e permitir o uso offline em todos eles – é bastante parecido.

A favor do Deezer, além de ser multiplataforma, a seção Aplicativos na versão online sugere extensões como as usadas pelos navegadores para que você possa fazer edições de faixas, criar sua própria jukebox, descobrir novos estilos e até se divertir com games musicais. O Stateeztics é outro destaque positivo do Deezer. Ali, você acompanha todas as estatísticas do uso que você faz do serviço, além de poder comparar a quantidade de músicas que escutou no último mês com outros usuários e amigos.

A oferta de músicas do Deezer não deixa a desejar com relação aos outros serviços que já experimentei. Se não fosse a publicidade – que também está presente nas versões grátis de todos eles -, usar o Deezer seria uma experiência perfeita.

Rui Maciel, editor do SoftonicRui Maciel

YouTube! Sim, você não leu errado. Além de vídeos, o YouTube [Online] é uma ferramenta e tanto para ouvir música no seu PC, tablet ou celular. Com uma grande diferença: você não precisa pagar para usar (pelo menos por enquanto) e tem um acervo gigantesco de música nas mãos.

Está certo que o site de compartilhamento de vídeos do Google não tem um grande número de recursos, como Spotify ou Grooveshark. Mas, em compensação, a simplicidade é o seu maior destaque e agrada aqueles que não têm muita paciência e só querem ouvir a música (a maioria). Basta procurar a música desejada pelo YouTube afora, clicar na opção Adicionar e clicar mais uma vez na sua playlist para incluí-la na relação. Pronto!

Claro que nem tudo é perfeito na hora de usar o YouTube como sua rádio pessoal. Por exemplo, se é possível escapar dos anúncios antes de cada videoclipe na versão do site para desktop, nas versões para celulares e tablets a propaganda vem no pacote. Logo, vira e mexe você precisa encarar um anúncio (muitas vezes longo) antes de algumas músicas. Além disso, você não consegue criar uma playlist na ordem que desejar. Há poucas opções para organizar sua lista, o que torna a ferramenta um tanto engessada.

Para completar, uma sugestão: é recomendável que acessar o YouTube para escutar músicas apenas quando você estiver conectado a uma rede wi-fi. Porque usar seu 3G para isso vai te dar uma dor de cabeça dupla: no valor da conta no final do mês e nas pausas irritantes no meio da reprodução, culpa da má qualidade da banda larga no Brasil.

E você, concorda com algum de nós? Compartilhe com a gente nos comentários o seu serviço de música online preferido.

Carregando comentários