Os melhores apps de 2014

Qual seria a sua resposta se perguntassem qual aplicativo você mais usou e amou no ano passado? A nossa resposta está numa série de artigos, que será publicada durante todo o mês de dezembro. Não é uma questão qualquer: os apps instalados dizem o que somos e o que nos tornaremos.

Dezembro, você sabe, é hora de fazer um balanço. E já que no Softonic nós testamos centenas de aplicativos diariamente, o nosso “balanço” só pode ser uma análise dos aplicativos e jogos marcantes de 2014 – sem esquecer de quais apps nós podemos levar para 2015 em nossos smartphones, computadores e tablets.

Neste ano, nós transformamos a simples pergunta numa verdadeira premiação completa, com categorias, júri, finalistas e vencedor. Ao todo, tivemos 45 apps finalistas e somente um vencedor em cada uma das oito categorias, que julgamos representar as tendências de 2014.

Cada categoria responde a uma área específica de interesse, que tanto falamos durante 2014. Falou-se até a exaustão dos apps para se manter saudável e praticar esportes, complementos ideais para os gadgets vestíveis como Apple Watch e Samsung Gear, mas também dos apps para economizar em viagens ou ganhar algum dinheiro extra, como AirBnB e Uber.

E, claro, apps para enviar mensagens grátis, talvez criptografadas ou efêmeras. Conhecer novas pessoas, organizar melhor ou aproveitar o seu tempo livre, tirar fotos e fazer vídeos mais bonitos e de maneira mais rápida. Finalmente, não poderíamos ignorar os melhores jogos de computadores e celulares que nos fizeram companhia durante 2014 e, provavelmente, vão continuar acompanhando a gente durante a maior parte de 2015.

Eis as categorias e a data de publicação dos artigos:

A seguir, apresentamos a metodologia, os critérios adotados e os jurados desta missão.

Como escolhemos os melhores apps do ano no Softonic?

O que acontece se você reunir 11 especialistas em aplicativos em uma sala? Você pode ver as discussões acaloradas entre nossos editores no próximo vídeo, montado pelo Antoni Noguera. Já para saber os resultados do prêmio… você precisa de paciência e esperar alguns dias!


Critérios de seleção dos 5 melhores apps e jogos finalistas de 2014

Você (provavelmente) verá ótimos aplicativos e grandes ausências nos cinco apps e cinco jogos finalistas de cada categoria. A razão é simples: o nosso objetivo não é escolher os melhores aplicativos e jogos de toda a história, mas apenas os protagonistas de 2014. Em outras palavras, as novidades lançadas durante o ano ou que receberam uma atualização revolucionária e chamaram muita atenção nos meios de comunicação ou em nossas conversas diárias.

Por isso, ficaram de fora dos nossos finalistas os grandes aplicativos para saúde e fitness como o Fitbit e o UP, ou o popular app de produtividade e organização Evernote. Decidimos escolher os mais recentes e tivemos que deixá-los de fora este ano. Se você não concorda com a gente, tem todo o espaço nos comentários para dar sua opinião!

Os critérios para escolher os melhores apps de 2014

Concordo que não foi fácil, mas tivemos critérios para seguir. Portanto, não nos deixamos levar por nossas experiências e gostos pessoais. Todos os aplicativos foram avaliados pelo júri com base em:

  • Inovação: o app avaliado traz algo completamente novo e revolucionário em relação a apps similares?
  • Funções: as funções propostas pelo aplicativo são úteis e eficientes? O aplicativo cumpre o que promete?
  • Design: o app tem uma interface agradável? Tem boa usabilidade?
  • Uso cotidiano: o app melhora a nossa vida cotidiana? É usado frequentemente ou instalamos e esquecemos?
  • Integração multiplataforma: o app suporta quantos sistemas operacionais diferentes? Existem versões para celulares e computadores? Salva os dados numa conta online e sincronizada?

Os critérios para eleger os melhores jogos para PC e celular de 2014

Quando chegamos à discussão sobre os melhores jogos de 2014, o debate ficou ainda mais quente. A oferta de jogos no mercado durante 2014 foi muito grande e variada. Escolher apenas cinco finalistas e um vencedor para cada uma das duas categorias limitou nossas opções. Mesmo assim, a gente seguiu com os nossos critérios de avaliação:

  • Jogabilidade: como é a mecânica, jogabilidade e experiência geral do título?
  • História: a trama do jogo é bem estruturada e convincente?
  • Gráficos: como é o jogo desde o ponto de vista estético do desempenho das animações, física e gráficos?
  • Longevidade: é um título que você pode jogar muitas vezes, mesmo depois de terminar, sem ficar entediado?
  • Controles: os controles são precisos e fluidos?
  • Divertimento: o título é atraente e viciante?

O júri

Aqui nós jogamos em casa. Escolher as pessoas responsáveis por definir os melhores aplicativos de 2014 foi muito fácil: em nossa redação internacional temos especialistas em vários campos que, ao longo dos anos, experimentaram milhares de apps diferentes. Selecionamos 11 editores, de quatro nacionalidades diferentes, para ajudar os autores dos artigos a escolher os apps finalistas e decidir qual merecia a vitória.

Apresentamos um a um:

  • Marco Albano, italiano, especialista em jogos para computador;
  • Alex Beech, inglês, especialista em jogos para computador e celular;
  • Abel Bueno, espanhol, nosso editor gráfico, especialista em apps para o tempo livre e apps para foto e vídeo;
  • Laura Ceridono, italiana, repórter, especialista em apps para mensagens, redes sociais e tempo livre;
  • Alan Le Bihan, francês, especialista em jogos para PC, apps para viagem e mobilidade, e apps para tempo livre;
  • Alessandro Licitra, italiano, especialista em jogos para computador e celular e apps para viagem e mobilidade;
  • Karen McCandless, inglesa, especialista em apps para saúde e fitness, produtividade, foto e vídeo;
  • Nick Mead, inglês, especialista em apps para saúde e fitness e apps para produtividade;
  • Antoni Noguera, espanhol, nosso editor de vídeos, especialista em apps para tempo livre e foto e vídeo;
  • James Thornton, inglês, especialista em apps para mensagens e relações sociais, apps para viagem e mobilidade, apps para foto e vídeo e jogos para celular;
  • Sirag Nabih, espanhol, repórter, especialista em apps para saúde e fitness, mensagem, redes sociais e jogos para celular.

Jurado dos melhores apps de 2014

Por que tanta dedicação para escolher os melhores apps do ano?

Os aplicativos instalados em nossos celulares ou computadores falam sobre nós, o que gostamos, o que nos preocupa ou aquilo que queremos. Em poucos anos, a arte de baixar ou comprar um app e usá-lo no celular tornou-se um fenômeno pop que agora faz parte das nossas vidas como ouvir música, ler livros e ir ao cinema (e muito mais).

Hoje em dia, falamos dos Top Apps da Apple Store e do Google Play como 15 anos atrás falávamos sobre o Campeonato Brasileiro, e criticamos a última atualização do WhatsApp do mesmo jeito que criticamos a honestidade dos nossos políticos.

Além disso, há uma diferença: os apps não são apenas consumo de massa. Saber como usá-los é como adquirir ferramentas que simplificam a vida cotidiana. Eles podem facilitar nossas tarefas, economizar tempo, divertir, por em contato com amigos e desconhecidos de muitas formas que, até recentemente, não teríamos considerado sequer a possibilidade.

Aplicativos e jogos não só transformam o nosso mundo interior, como a música, livros e o cinema, mas também a nós mesmos (contamos tudo nas redes sociais a qualquer idade e valorizamos a privacidade de diferentes maneiras), a nossa linguagem (como “selfie”, que entrou no dicionário Oxford no ano passado, e “zapzap”, que faz parte do jargão reconhecido por qualquer brasileiro), e o mundo físico em que vivemos (o wi-fi gratuito nas ruas de Nova York e da próxima revolução de Beacon, para dar alguns exemplos), a criação de uma realidade virtual que se amplia nos limites da realidade.

Por todas estas razões, perguntar “Qual foi o melhor app de 2014?” não é uma questão insignificante. Entender as últimas tendências nos ajuda a compreender o futuro e um pouco até de nós mesmos.

Se quer saber mais, você só precisa visitar o Softonic durante o mês de dezembro – nas datas indicadas acima – para ler em detalhes como foi a seleção dos melhores aplicativos de 2014 para cada categoria. E, certamente, baixar os vencedores que nos acompanharão ao longo de 2015.

Você está pronto? Dia 3 de dezembro começa!

[Artigo original em italiano]

Leia também

Carregando comentários