A memória do celular está cheia? Coloque todas imagens na nuvem

A memória do celular se enche facilmente por causa das fotos. A solução é salvá-las todas on-line com um desses quatro excelentes serviços de backup na nuvem para Android e iPhone.

Todos dias são enviadas 350 milhões de fotos no Facebook. Esta informação ajuda a ter uma ideia da quantidade de imagens digitais que são produzidas todos dias e que pulam de um dispositivo para outro.

Uma parte significativa desta avalanche de gigabytes de gatos, pés e pães caseiros vem de nossos smartphones, que são agora, sem dúvida, as câmeras mais utilizadas.

Mas, como todos sabemos, a memória dos celulares não é infinita. Então pode acontecer que, no momento em que você estiver capturando o horizonte do Pão de Açúcar ao pôr do sol, você pode se encontrar sem bytes. E adeus foto inesquecível.

Para que isso não aconteça, nós reunimos os serviços de backup online que nos permitem, de maneiras diferentes, ter um espaço remoto para carregar e armazenar as fotos.

Entre os muitos existentes, foram selecionados os quatro melhores em nossa opinião. E nós vamos explicar como usá-los e quais as vantagens e desvantagens que eles oferecem.

Um esclarecimento: cada um dos serviços tem muitas funções, mas neste artigo vamos focar apenas sobre aquelas relacionadas ao backup de fotos na nuvem, para certificar que você tem as ferramentas para escolher o melhor serviço onde manter suas fotos sem sobrecarregar a memória do telefone.

Flickr

O serviço do Yahoo! oferece aos usuários gratuitos um terabyte de espaço livre (mais de mil gigabytes) para armazenar fotos, e restringe o tamanho de cada foto a 200 MB e 1 GB para cada vídeo, mais que suficiente para a maioria dos usuários.

Pena que não processe os arquivos RAW: o serviço originalmente suporta os formatos JPEG, GIF não animados e PNG. Os outros formatos serão automaticamente convertidos em JPEG. Os aplicativos para AndroidiOS são mais que satisfatórios e as imagens enviadas mantêm a resolução original. Você pode carregar até 200 fotos em cada upload.

Tela de upload das imagens no Flickr

A organização é bastante eficaz, pois você pode ordenar suas fotos em Sets (o equivalente aos álbuns de fotos) e estes podem ser agrupados em coleções. Se combinarmos a gestão da marcação e o geolocalização, podemos considerar o Flickr como um dos melhores serviços para aqueles que gostam de fotografar, mas que também têm uma vocação para manter tudo em ordem.

Você pode tornar cada foto pública ou privada, de modo que o Flickr pode ser usado tanto como um backup pessoal, quanto como uma coleção de álbuns para mostrar aos amigos.

Os álbuns podem estar públicos ou privados

O aplicativo também oferece um auto-upload muito útil. Ativando este recurso durante o processo de configuração inicial, você poderá escolher quais fotografias carregar. As fotos tiradas com seu smartphone a partir desse momento serão enviadas automaticamente em sua conta, e serão privadas por padrão.

A qualquer momento, você poderá liberar a memória do seu celular, excluindo as fotos armazenadas localmente, sabendo que uma cópia já está no Flickr. O envio é feito via Wi-Fi e 3G por padrão, mas você pode alterar esses parâmetros no menu Settings.

No entanto, existem limitações e problemas. Alguns usuários notaram às vezes uma duplicação das fotos carregadas, enquanto outros se queixam do congelamento do app, mas em nossos testes não notamos esses problemas.

Para aqueles que consideram a quantidade de largura de banda, o Flickr permite um tráfego total de até 300 MB por mês. Para poder aproveitar uma banda ilimitada, você precisa optar pela conta paga.

No geral, considerado o espaço oferecido, as opções de privacidade, a organização dos álbuns e a ferramenta para carregar automaticamente as novas fotos, o Flickr é talvez a opção mais abrangente para armazenamento em rede de suas fotos.

Dropbox

Um serviço de armazenamento “puro”, sem as opções oferecidas pelo Flickr para gerenciar as fotos, mas poderoso, fácil de usar, confiável e multiplataforma.

A quantidade de espaço gratuito disponível não é tão generosa como no Flickr. No começo você terá 500 MB. Uma vez ocupado todo o espaço, você será premiado com 500 MB adicionais, sempre gratuitos, e assim por diante, até um máximo de 3 GB (cinco GB para aqueles que participaram do beta deste recurso em fevereiro de 2012).

Um esclarecimento: estes blocos de 500MB extra serão concedidos somente com o upload por intermédio da função de envio da câmera. Se você adicionar manualmente as fotos usando o PC ou Mac para uma pasta, a quantidade de dados não será incluída na contagem, conforme explicado no site do Dropbox.

Com a função Envio da câmera, o Dropbox faz o upload das fotos tiradas com o iPhone e o Android  automaticamente para sua conta.

Tela de configurações de upload no Dropbox

Para ativá-la, baixe o aplicativo do Dropbox para iOS ou Android. Durante a instalação, você será perguntado se deseja ativar o Envio da câmera. Se disser que sim, as fotos e vídeos em sua biblioteca serão imediatamente enviados para o Dropbox, e cada foto ou filme também serão adicionados ao longo do tempo.

Lembre-se que, embora no Android o carregamento funciona em segundo plano, em dispositivos iOS é necessário que o aplicativo do Dropbox esteja aberto.

Ao contrário do Flickr, o Dropbox tem a opção de carregar automaticamente via Wi-Fi por padrão. Se você quiser, no entanto, pode ativar o upload pela rede celular nas configurações.

Google+

Entre os gigantes do setor não poderia faltar o Google, que decidiu prestar o serviço de backup automático através da sua rede social.

O Google Plus oferece 15 GB de espaço, mas as fotos menores que 2048×2048 pixels não contam no cálculo do espaço. Carregando então só imagens menores que esse limite, pode transformar o serviço em uma unidade remota ilimitada. Por isso, é perfeito para aqueles que não têm necessidades especiais em termos de qualidade, e se torna muito competitivo para todos os outros.

Mas é preciso fazer uma distinção imediatamente. Nos Androids top de linha o app Foto vem pré-instalado. Por padrão, ele salva automaticamente as imagens na nuvem. Verifique se está instalado no seu telefone Android. Se houver, o backup na rede para você não é um problema, pois já está ativo e não precisa fazer mais nada.

Se você tem um Android de gama média ou baixa ou um iPhone, você pode fazer o backup usando o aplicativo Google+. A configuração é simples. Ao instalar no iOS ou Android, o G+ oferecerá a opção Ativar o backup automático, com a opção de carregar a biblioteca existente (Fazer back up de fotos e vídeos). O padrão é o upload via Wi-Fi e a rede móvel. As opções podem ser alteradas nas configurações do aplicativo.

Google+ salva suas imagens automaticamente

As fotos são carregadas em seu tamanho e resolução original (até 50 MB  para as fotos, e um tamanho máximo de 1080 pixels para vídeo). No entanto, você também pode escolher a opção de Backup no tamanho padrão, que reduz a foto a 2.048 pixels.

O serviço faz uma cópia das fotos tiradas com a câmera do seu celular e também daquelas armazenadas na mesma biblioteca ou salvas por outros aplicativos.

A configuração no Android é simples. Se você já tem o aplicativo instalado, para ativar o serviço abra o aplicativo, toque no botão com os três pontos verticais (ou o botão Menu, dependendo do aparelho) e selecione Configurações > Backup automático e depois Ligar.

Para a configuração no iOS, abra o aplicativo, clique no menu com as três linhas horizontais na parte superior esquerda, depois no menu com a engrenagem no canto superior direito e selecione Câmera e Fotos > Backup Automático, e escolha a opção que você quer.

As fotos que você carrega são automaticamente salvas em um álbum com a data da fotografia mas, infelizmente, não existem outras opções, de momento. Isso torna o serviço pouco adaptável às necessidades dos usuários, que podem querer ordenar sua coleção de fotos com base em outros critérios.

OneDrive (ex-SkyDrive)

A Microsoft recentemente adicionou ao seu OneDrive a opção de backup automático das fotos.

O espaço gratuito inicial é de 7 GB, além de 3GB que a Microsoft dá a quem concorda em usar o backup automático de fotos no OneDrive. Além disso, você pode contar com um adicional de 500 MB para cada amigo indicado (até um máximo de 5 GB de espaço extra). Total: 15 GB.

Ao instalar o aplicativo no Android ou iOS, você pode ativar o serviço já durante a configuração.

Backup automático de fotos no OneDrive

Para fazer isso você deve ter uma conta Microsoft (um endereço Hotmail é suficiente). Se você não tem um, então tem que criá-lo, mas não pode fazê-lo desde o aplicativo. É preciso preencher o formulário no site da Microsoft e isso leva um pouco de tempo.

As fotos são salvas automaticamente no seu OneDrive remoto e são ordenadas por data e hora do disparo. Entrando em sua conta, você pode criar novas pastas e mover imagens, criando assim coleções, mas não existem verdadeiras ferramentas para o gerenciamento de fotos. Podemos, então, considerá-lo como um simples backup, menos controlável que o Flickr, por exemplo.

A qualidade original das fotos é preservada. Se você quiser uma cópia de segurança, sem muitas frescuras e com uma quantidade razoável de espaço livre, o OneDrive pode ser uma opção.

Um para cada um

Você já descobriu qual é o serviço ideal para você? Como você viu, cada um dos quatro têm características parcialmente diferentes.

O Flickr oferece muito espaço, mas é um pouco mais complexo de usar que os outros. O Dropbox é confiável, mas o espaço livre que oferece é limitado. O Google Plus é fácil de usar, mas tem poucas opções para organizar suas fotos em álbuns. O OneDrive, enfim, é grande, mas simples. A escolha é sua então. E, dado que todos os quatro serviços oferecem contas gratuitas, você também pode testá-los para escolher de forma consciente.

Se você estiver usando outros serviços de armazenamento on-line para as suas fotos, diga-nos quais e porque.

[Artigo original em italiano]

Carregando comentários