Minecraft, DayZ… Vale a pena comprar jogos de acesso antecipado?

O early access é a nova mania entre os jogadores: pagar por um game para jogar antes do lançamento. Privilégio ou fraude?

Há alguns anos já existe a possibilidade de acessar um titulo muito popular meses antes da publicação oficial. Isso é possível pelo acesso antecipado (ou early access em Inglês) uma forma de comprar jogos para testá-los antes que sejam um produto final.

No entanto, nem tudo que reluz é ouro. O acesso antecipado é um incentivo para qualquer jogador, mas pode esconder algumas letras pequenas e a sensação final que você desperdiçou o seu dinheiro.

Hoje vamos enumerar os prós e contras do acesso antecipado a jogos, para que da próxima vez que você planejar isso, saiba se vale mesmo a pena fazê-lo.

Games que podem ser acessados antes do lançamento no Steam
O Steam concentra a maioria dos early access atuais

O que é o early access?

O acesso antecipado é um método de pagamento que dá acesso a um jogo antes de ir à venda. Ao contrário de um demo ou um beta, que oferecem um conteúdo limitado do game (algumas fases, missões ou mapas com opções limitadas), o early access oferece conteúdo conforme os desenvolvedores vão criando.

Isso significa que você pode experimentar tudo o que título vai oferecer ao consumidor final e pode provar missões inéditas ou personagens que não aparecerão na versão comercial do jogo.

Além disso, o acesso antecipado oferece outros incentivos. Entre os mais comuns estão um preço abaixo do valor final do jogo, conteúdo exclusivo e certos privilégios, como expansões e outras expansões que aparecerão depois.

A diferença com crowdfunding é que nesse caso você apenas vai pagar se chegar ao objetivo, por isso, se o game não consegue sair à venda, você não paga nada. Em um early access, no entanto, a partir do momento que você paga pode experimentar algo… chegando à venda ou não.

Pagar para acessar um game em desenvolvimento acontece constantementePagar e acessar um mundo de atualizações e melhorias contínuas… ou não?

Então, eu sou um testador pagante?

Isto poderia ser uma definição do acesso antecipado, e você deve se acostumar com a ideia de ser um dos primeiros a jogar uma versão pouco desenvolvida do título, que precisa de muitas correções e melhorias.

Ao contrário da versão beta, que é gratuita (em teoria) em troca de seus relatórios para o desenvolvedor sobre quaisquer erros ou falhas, aqui não podem forçá-lo a informar erros.

Mas, claro, você está dando informações ao conversar com amigos sobre o jogo em redes sociais ou em diferentes fóruns, quando você reclama que isso ou aquilo não funciona.

Um exemplo de um fórum muito ativo pode ser encontrado no painel de discussões do Broforce, um jogo atualmente com acesso antecipado que está fazendo muito sucesso.

É claro que é você quem decide se agir como um testador do jogo é certo ou errado. A parte boa é que ao relatar os erros você ajuda a melhorar o jogo, faz parte dele e ele será melhor graças à sua ajuda.

A parte ruim é que você está fazendo um trabalho voluntário que na realidade deveria ser feito por uma equipe qualificada e remunerada. Os próprios usuários do Steam falam muito sobre o assunto neste tópico.

Canal para informar sobre os erros do gameInformar sobre os erros parece normal para usuários de acesso antecipado

E se eu pagar por algo que nunca sairá à venda?

Esta é outra questão de grande preocupação para os usuários, e é natural. Um acesso antecipado não garante que você acabe tendo um jogo completo e sem erros. Mesmo com a oportunidade de jogar por um tempo exclusivo, nada impede os desenvolvedores trancarem as portas do game e deixar você com vontade de jogar mais… e talvez sem receber o dinheiro de volta.

Algo parecido aconteceu com os usuários do Earth: Year 2066, um título de ação em mundo aberto que apareceu com early access no Steam em abril passado por US$ 20. As reclamações dos usuários foram imediatas, “está quebrado”, “uma farsa”, “é um acesso antecipado, no sentido mais literal.”

Depois de uma semana, a Valve decidiu retirar o jogo do Steam. Curiosamente, a causa não foi seu aspecto completamente inacabado ou sua má jogabilidade, mas o fato que era um título “desonesto”.

Esta palavra foi usada pelo Valve para definir um jogo no qual as descrições do site não correspondiam com aquilo que o título prometia. Além disso, seus desenvolvedores apagaram todas as críticas e escreveram sua próprias opiniões positivas. E mais, eles usaram ilustrações sem a permissão dos autores.

Enfim o Earth: Year 2066 não tinha uma qualidade mínima e não era justo para o usuário. Neste caso, a Valve reembolsou o dinheiro dos usuários que pagaram por ele mas, e se isso não for sempre assim? E se não tiver uma grande empresa por trás garantindo a segurança e o dinheiro do usuário?

Steam ajudou seus usuários a escaparam de problemas do Early AccessEarth: Year 2066, o lado mais obscuro do acesso antecipado

Dois exemplos positivos: Minecraft e DayZ

Depois de ler até aqui você pode pensar que somos adversários do acesso antecipado. Não é bem assim, nós simplesmente queremos informá-lo sobre os perigos que este sistema pode causar.

E há também a parte positiva do acesso antecipado, representada por alguns títulos que começaram com este sistema e agora são jogos de sucesso.

O caso mais popular é o Minecraft, que começou como um produto independente com acesso antecipado no final de 2009, e virou um produto completo em 2011, na sua primeira versão para PC. O Minecraft foi um jogo que nasceu e foi criado com a ajuda de seus usuários, os jogadores fiéis que, graças à sua confiança e constância conseguiram um bom jogo e todo o seu conteúdo adicional por um preço irrisório.

Com a ajuda dos usuários, Minecraft é um bom exemplo de sucessoMinecraft, um pioneiro animador

Um caso mais recente é o do DayZ. Este MMO com temática zumbi, nascido como o mod do popular ARMA 2, virou um jogo completo, tornando-se um dos mais bem-sucedidos da Steam. Embora ainda esteja em fase alpha, mais de 2 milhões de usuários já compraram e, mesmo com bugs, é um grande título que terá sua versão final.

Outros early access que parecem ir no caminho certo são o já mencionado Broforce ou o Prison Architect. Na verdade, se estes jogos ficassem do jeito que estão agora, eles seriam mais consistentes que alguns dos jogos considerados como produtos finais.

Broforce segue o caminho certo para virar um sucessoBroforce, jogo de estética retro, um sucesso do Steam Early Access

Vá pelo seu instinto, compare e pergunte

Como você pode ver, o acesso antecipado pode ser um negócio ou uma fraude, tudo depende de como olhar. Ninguém gosta de gastar dinheiro às cegas, mas também é verdade que às vezes vale a pena o risco e gastar cerca de 20 ou 30 dólares em algo que pode ser o próximo grande jogo.

Em qualquer caso, querer ou não um early access só depende de você. A melhor maneira de ficar seguro é consultar os fóruns de jogos de acesso antecipado e pesquisar bastante sobre eles. Em geral, existem boas avaliações na internet que ajudarão você a decidir se vale a pena comprar o acesso antecipado.

Alguma vez você comprou alguns jogos de acesso antecipado?

[Artigo original em espanhol]

Carregando comentários