Minecraft para pais: 7 conselhos para aproveitar o jogo com seus filhos

Não o veja desta forma: o Minecraft não é mais um jogo estúpido. É uma oportunidade de conhecer melhor seus filhos e ajudá-los a crescer bloco a bloco. Abaixo, explico melhor como.

Minecraft foi definido de muitas formas: game, LEGO virtual, criador de mundos, simulador de extração de minério, aventura gráfica. Mas o Minecraft é tudo isso e muito mais. É liberdade em estado puro. Liberdade para construir, viajar e voltar a começar. Mais ou menos como a vida, porém mais simples.

A reação de muitos pais diante do Minecraft é de perplexidade. Às vezes, de medo. De uma hora para outra, os filhos passam muitas horas diante da tela, imersos em atividades misteriosas. Poucos se atrevem a olhar por meio desta janela que dá a mundos infinitos.

Aproxime-se sem medo: o Minecraft pode ser uma poderosa ferramenta educativa, um campo de jogo no qual tanto você como seus filhos podem aprender e se comunicar melhor. É o que vocês precisam para construir maravilhas juntos.

Observe e pergunte, mas não julgue

No começo é difícil saber o que ocorre no jogo. Tudo ocorre muito rápido. Você verá coisas que não entende ou que parecem absurdas, como capturar porcos com uma vara de pescar ou tapar buracos com água. Pode ser que, de repente, seu filho comece a voar sobre as montanhas ou faça uma pedra pegar fogo. Tudo isso é normal. Você acaba de chegar a um mundo diferente.

Situações do Minecraft são um pouco surreais

Ovelhas, dinamite e uma árvore em chamas. Não tem sentido, mas não é preciso se preocupar.

Observe com atenção tudo o que está acontecendo. Depois de algum tempo, já estará familiarizado com os elementos essenciais do Minecraft: os monstros saem durante a noite, os objetos são construídos a partir de receitas e ingredientes básicos etc. Pergunte de vez em quando ao seu filho o que ele está fazendo e para que serve, mas não julgue: a aventura ainda não é sua.

Inventário de itens no Minecraft: blocos e mais blocos

Existem muitos blocos e objetos em jogo, mas levará algum tempo até conhecer tudo.

Lembre-se também de que o Minecraft tem duas edições diferentes, a normal e a Pocket. A primeira é a que se joga no PC e nos videogames. Já o Pocket Minecraft, por outro lado, é jogado em celulares e tablets e tem uma série de limitações, como o tamanho dos mundos – menor -, ou a falta de certos blocos. Mas, essencialmente, é o mesmo.

Aprenda tudo o que conseguir sobre o jogo

Nada no Minecraft vem explicado de antemão. No jogo, não há mapas nem instruções que digam o que fazer. Por isso, buscar e compartilhar informações na internet é uma parte quase obrigatória do jogo, e com frequência você verá seus filhos passarem mais tempo em canais do YouTube e na wiki do Minecraft que no jogo. Recomendo que faça o mesmo.

Wikipédia do Minecraft

Na wiki oficial do Minecraft, você vai encontrar as respostas para quase todas as perguntas (em inglês).

Tanto no YouTube quanto no Twitch.tv são muitos os canais nos quais YouTubers famosos se dedicam a comentar aspectos do jogo ou a contar suas aventuras muitas vezes chocantes, tudo com uma gíria própria que seus filhos certamente já aprenderam. Acima de tudo, seus filhos gostam de ver como outros jogam. Poderíamos dizer que é como seu canal de esportes.

YouTubers explicam como jogar Minecraft

No YouTube, os canais dedicados ao Minecraft têm milhões de espectadores

Procure ver e comentar alguns dos vídeos com eles. Se você está preocupado com a linguagem que empregam, tire o som. Dedique tempo a buscar canais que você goste e que pareçam apropriados. Outros truques consistem em ocultar comentários – frequentemente fontes de problemas – e ver os vídeos em modo televisão (aqui, explico como fazer).

Ajude seu filho a planejar e construir

O Minecraft é mais complexo do que parece. Da mesma forma como ocorre com as construções de LEGO, muitas crianças podem sentir-se facilmente frustradas se não conseguirem concretizar o que desejam fazer no game em pouco tempo. É por isso que, com a sua ajuda, seus filhos podem aproveitar mais o jogo, ao mesmo tempo em que você reforça sua relação com eles.

É bom que seu filhos construam itens e explorem o jogo livremente, mas de vezes em quando sugira e coloque objetivos, ajudando-os depois com o que for necessário. Por exemplo, você pode pedir que eles reconstruam algo que não tem limite de blocos.

Planejar pode ser tão divertido como construir (fonte)

Ao ajudar seu filho a planejar as construções, não só estará dando um bom exemplo, como também terá a oportunidade de compartilhar experiências de jogo com seus filhos. Além disso, o trabalho em equipe faz com que se desligar do game seja mais fácil: ao colocar objetivos, você poderá decidir quando é o momento de parar e descansar.

Instale os mods mais interessantes do Minecraft

O Minecraft é um jogo que pode ser ampliado por meio de mods, que são acessórios não oficiais. Graças a eles, é possível melhorar os gráficos, adicionando novos povoados, objetos e animais. Outros facilitam a construção de estruturas complexas e fazem com que os respectivos trabalhos sejam mais rápidos.

Instalar mods para o Minecraft é fácil e seguro se você usar só mods de fontes confiáveis. No nosso tutorial, explicamos o método mais fácil, que consiste em usar o Minecraft Forge, um acessório que facilita bastante a modificação do jogo: basta baixar um arquivo comprimido e copiá-lo na pasta de mods do Minecraft.

Tela de instalação do Minecraft Forge

Com o Minecraft Forge, a instalação de mods é muito mais fácil (leia nosso tutorial)

O mundo dos mods é fascinante e ao mesmo tempo complexo, pois requer certa habilidade técnica. Ao não existir um suporte oficial para mods no Minecraft, às vezes o jogo pode deixar de funcionar corretamente, especialmente quando se atualiza. Por isso, é importante que você faça uma cópia de segurança dos mundos criados pelos seus filhos antes de fazer uma atualização (é o ponto 1 do tutorial).

Passo a passo de como salvar seu mundo

Como chegar à pasta na qual estão os mundos. Faça uma cópia de segurança!

Crie um mundo/reino só para a sua família

Uma parte importante da experiência do Minecraft é jogar com outras pessoas. Há milhares de servidores em todo o mundo aos quais qualquer pessoa pode conectar-se. Mas são mundos sobre os quais não se tem nenhum controle e que contam com todos os tipos de jogadores. Alguns encontros podem ser violentos ou desagradáveis, e é algo que seus filhos devem saber.

Uma maneira de aproveitar o jogo em família e sem intrusos é usar um servidor próprio: um mundo do Minecraft no qual só entram você e seus filhos. O controle sobre é completo: você escolhe quando ligar ou desligar, que aspecto terá e que monstros o habitarão. Inclusive, você decide quando choverá. Aqui, explicamos como pode criar um mundo.

Servidores replicam mundos fantásticos

Alguns servidores, como este que replica o Guerra de Tronos, são espetaculares (fonte)

Há uma forma ainda mais fácil de ter um mundo próprio permanente: o Minecraft Realms. Por 10 dólares ao mês (23 reais), você consegue criar mundos privados aos quais amigos e familiares podem conectar-se, sem necessidade de ter um servidor em casa e sem a maioria dos problemas técnicos que isso pode gerar.

Lembre-se de que nem tudo é construir

No Minecraft, você pode brincar como com o LEGO, mas a construção é só um de seus aspectos. No jogo, seus filhos podem explorar novas terras, matar monstros e realizar diferentes façanhas, como domar cavalos ou recuperar tesouros. Estas partes requerem muita habilidade e paciência, e eles podem chegar a se assustar em alguns momentos.

Exploração de Dungeon

No Minecraft, existem muitas grutas e masmorras. No início, é melhor explorá-las acompanhado.

Se você quiser uma lembrança para toda a vida, grave suas aventuras no Minecraft no Twitch.tv ou com uma gravadora de vídeos local, por exemplo a Fraps. Duas dicas para gravar seus vídeos de aventuras: mudar a skin dos personagens e trocar a vista da câmera com a tecla F5 (da primeira para a terceira pessoa).

O vídeo diário realizado pode ser colocado no YouTube e publicado, em seguida, em um blog pessoal, ou mesmo ser editado e gravado em DVD para ver mais tarde (por exemplo, no Natal). Neste contexto, a série Minecraft Dad, na qual Paulo Soares joga Minecraft com seu filho, já superou os cem episódios no YouTube.

Minecraft Dad publica vídeos das partidas com seu filho no YouTube (fonte)

Complete Minecraft com o jogo real

Bec Oakley, mão de dois filhos que jogam Minecraft, dá em seu blog um excelente conselho: procure que as crianças complementem as atividades no Minecraft com atividades do mundo real. Transferir a aprendizagem obtida no Minecraft à realidade pode ser muito divertida e evita que seus filhos fiquem colados na televisão durante horas.

As possibilidades são infinitas: tortas de Minecraft, bonecos de papel, construções de LEGO… No Pinterest, você pode encontrar dezenas de ideias para atividades manuais relacionadas com o universo Minecraft. Mas eles também podem fazer atividades ao ar livre, como construir castelos de areia ou visitar grutas turísticas para ver como são de verdade.

Orientar-se em um bosque de verdade é uma das ideias sugeridas pela blogueira MineMum

A chave é acompanhar seus filhos não só no Minecraft, mas também na transição entre o Minecraft e o mundo real. É como quando os personagens de Matrix se desconectam de sua cadeira: a princípio custa muito, mas é bom que exista alguém do outro lado que ajude a deixar o jogo de maneira progressiva e harmoniosa.

[Artigo original em espanhol]

E para saber mais…

Carregando comentários