64 bits: vantagens e desvantagens de um número cada vez mais popular

Há cada vez mais versões de 64 bits dos seus programas favoritos. Mas quais são as vantagens de usar o Chrome ou o Photoshop de 64 bits?

Quando você vê um programa ou sistema operacional de 64 bits, significa que foi desenhado para funcionar em computadores de 64 bits (x64). Há alguns anos, estas versões tornaram-se muito populares porque oferecem vantagens únicas frente às clássicas, que são de 32 bits (x86). Vejamos quais são essas vantagens e desvantagens.

Qual é a vantagem do 64 bits?

Um sistema operacional de 32 bits não pode usar mais de 3 gigabytes de memória por uma série de limitações, que desaparecem quando se utiliza um sistema operacional de 64 bits. Um sistema de 64 bits gerencia mais volume de dados que um de 32. O Windows 8 Pro 64-bit, por exemplo, pode usar até 512 GB de RAM.

Windows 32-bit não pode usar mais de 3GB de memória

Windows de 32 bits não pode usar mais de 3 GB de memória RAM

Maior quantidade de memória significa manter mais janelas e aplicativos abertos e executar aplicativos pesados, como editores de vídeo, bancos de dados e jogos, sem grandes problemas. Os navegadores de internet também ficam cada vez mais potentes e beneficiados por esta maior disponibilidade de memória (exemplo: o Chrome de 64 bits).

Outra vantagem importante dos 64 bits é que oferecem maior segurança. Ao ter mais memória, os sistemas operacionais de 64 bits contam com técnicas que dificultam ataques de vírus. Além disso, a grande maioria desses programas maliciosos está programada para atacar sistemas de 32 bits, não funcionando nos de 64 bits.

Tecnologias como DEP são mais eficazes no Windows de 64 bits

E as desvantagens dos 64 bits?

Mesmo que a maioria dos aplicativos funcionem sem problemas em um sistema de 64 bits, alguns são incompatíveis. Os mais antigos, como os de 16 bits (quase todos os que funcionavam no Windows 3.1 e alguns do Windows 95), não podem ser executados no Windows 64-bit. Ao tentar fazer isso, aparece uma mensagem de erro.

Mensagem de incompatibilidade entre processador e aplicativo

Aplicativos antigos (16 bits) não podem ser executados no Windows 64-bit

Outro problema frequente são os drivers ou controladores, programas que permitem ao sistema operacional dialogar com dispositivos como impressoras ou placas de vídeo. Enquanto o Windows 32 bits pode usar drivers antigos, isso é praticamente impossível no Windows 64 bits.

Erro ao instalar um driver de 32 bits no Windows de 64 bits (fonte)

Finalmente, um efeito secundário dos 64 bits é o mesmo programa usar mais memória na versão de 64 bits que na versão de 32 bits. Isso não é necessariamente ruim se o programa rodar de forma mais rápida e segura, mas é preciso levar isso em consideração se o seu computador tem uma quantidade justa de memória RAM.

Posso executar aplicativos de 64 bits?

Para executar programas de 64 bits, você precisa de um sistema operacional de 64 bits, que, por sua vez, exige um computador com um processador de 64 bits. A maioria dos processadores atuais são capazes de trabalhar com 64 bits, mas se você deseja se sentir seguro, uma forma rápida e universal de fazer a verificação é executar o 64bit-checker e ver o resultado.

64bits Checker informa sobre a quantidade de bit do seu processador

Clique aqui para baixar o 64bit-checker (não exige instalação)

Se o resultado do 64bit-checker é “64 bits”, significa que você pode executar aplicativos de 64 bits. Em caso contrário (por exemplo, “32 bits”), antes de executar programas de 64 bits, você deverá atualizar o sistema operacional a uma versão compatível.

Mas por que 64? O que significa?

O número 64 não é arbitrário: é o dobro de 32, que, por sua vez, é o dobro de 16… e assim até chegar a dois. O número dois é a base da computação: os computadores usam dois estados em seus cálculos (desligado e ligado, 0 e 1), e um estado se armazena como um bit. Se você tem 64 bits, pode usar “palavras” com 64 zeros ou uns.

Agora, quando você faz algo no PC, o código move dados continuamente entre o processador, que é quem faz o trabalho, e a memória RAM, que é quem guarda as informações. Para encontrar os dados, o processador usa endereços (sim, como um carteiro). Se o processador é de 64 bits, pode usar palavras (e endereços) muito mais longos.

Ao poder usar endereços mais longos, o processador de 64 bits requer muito mais memória que um de 32 bits, e também pode movê-la muito melhor, já que todos os seus “encanamentos” (canais de dados) são mais longos. Mas estamos falando de qual quantidade de memória? O limite teórico é de 16 exabytes, o que equivale a mais de 17 trilhões de gigabytes.

Resumindo, sobre os aplicativos de 64 bits:

  • Exigem um sistema operacional de 64 bits
  • Podem usar mais memória em suas tarefas
  • Geralmente são mais rápidos
  • Oferecem maior segurança
  • Não é possível executá-los em sistemas antigos

Você notou diferença em usar aplicativos de 64 bits?

[Artigo original em espanhol]

Leia também:

Carregando comentários