7 preparativos indispensáveis para quem quer sair do Facebook

Você está pronto. Decidiu que vai deixar o Facebook. Mas, você já fez as malas? Se a resposta for “ainda não”, vamos explicar o que você deve fazer antes de abandonar a maior de todas as redes sociais.

Sair do Facebook assim, do nada, faz mais mal do que bem. Há contas e aplicativos associados. Há fotos, vídeos, mensagens que só estão ali. Desativar a conta repentinamente aprisiona todos esses dados e gera uma desagradável sensação de “devo voltar, porque acho que deixei a panela no fogo”.

Confira quanto tempo você gastou no Facebook com a Calculadora da revista TIME

Muitos não têm conseguido deixar o Facebook, principalmente pela forma de como a plataforma consegue armazenar informações sobre nossa vida e que estão guardadas apenas ali. Para romper com esse vício, é preciso copiar esses dados em outro lugar e se desvincular da rede social por completo. E isso exige um ritual de preparação.

Recomendamos que você siga os conselhos abaixo, que ajudarão você a ficar menos dependente do Facebook e evitar recaídas. E tudo isso, sem que você se arrependa de ter apagado a conta da rede social para sempre.

Faça uma cópia completa do seu perfil

O Facebook oferece a possibilidade de baixar uma cópia de segurança completa do seu perfil, ainda que ela demore um pouco para ser gerada. Isso inclui todas as fotos, vídeos e publicações que foram compartilhadas, assim como os chats e mensagens. A rede social insere todos esses dados em um arquivo ZIP, bem organizado.

A cópia de segurança do perfil está bem organizada

Há ainda uma forma mais precisa de gravar os dados da sua conta no Facebook: usando um aplicativo não-oficial chamado GiveMeMyData. Com ele, você armazena todo tipo de informação, como eventos, aniversários, “likes” e muito mais. Estas informações são exportadas no formato que você escolher: texto puro, XML, JSON, etc.

Combinar ambas as cópias permitirá extrair do seu perfil do Facebook toda a informação que seja útil. A vantagem do GiveMeMyData é que ele armazena os dados em formatos fáceis de visualizar em outros aplicativos, o que, em teoria, facilita a importação dos dados a outras redes.

Desvincule aplicativos conectados à sua conta

Uma das coisas que mais dificultam o abandono do Facebook é o Facebook Login, a funcionalidade que permite acessar sites de terceiros usando a conta da rede social. Ao atuar como uma chave para dezenas de serviços, o Facebook se converte em um item indispensável.

A partir do menu Apps, é possível visualizar tudo o que está conectado à sua conta no Facebook: jogos como o Candy Crush, sites que você usa diariamente, apps oficiais para a própria rede social, sistemas operacionais… todas estas aplicações solicitaram em algum momento uma permissão para se conectar com a sua conta na plataforma, seja para obter dados, atualizações ou simplesmente como identificação.

Antes de sair de vez do Facebook, você precisa fazer uma limpeza de aplicativos. Se isso não for feito, há riscos de que um desses aplicativos se transforme numa porta para que um intruso acesse sua conta, transformando-a em um “zumbi” – e nós garantimos que isso não é nada agradável. Por outro lado, você também vai querer entrar em outros sites sem ter de usar o Facebook. Logo:

  • Elimine os aplicativos que você não vai mais usar, clicando no ícone “X”
  • Você também pode eliminar os apps por meio do programa MyPermissions

Ao mesmo tempo, tome nota dos apps que você quer continuar usando, para acessá-los com login e senha. Por exemplo, imagine que você se cadastrou no Codecademy usando o Facebook e não criou uma senha: é o momento de entrar no aplicativo em questão e criar outro acesso.

Faça a limpeza da sua lista de amigos e nomeie “guardiões”

Quando você deixa um apartamento, joga fora os móveis velhos, certo? E quando você deixa uma rede social, por que não fazer uma limpeza na lista de contatos? Se eles não gostarem, você não estará mais lá para recriminarem. E quando (e se) voltar, vai querer ver apenas os amigos mais próximos. Então, mãos à obra!.

Por outro lado, não é má ideia nomear três ou mais contatos de confiança para seu perfil. São amigos que podem ajudar a acessar a sua conta se você tiver algum problema posterior. Se você faz essa nomeação a partir do menu Segurança – Amigos de confiança, receberá uma notificação enquanto mantiver essa seleção.

Passe os direitos de administrador de suas páginas a outras pessoas

Se você criou ou administra páginas no Facebook, é um bom momento para nomear um administrador que cuide delas. Se isso não for feito, a página continuará por ali, mas sem ninguém quem modere os comentários.

Outra opção? Tirá-la do ar temporariamente – o que seria um pouco cruel com os fãs. Apagar definitivamente as páginas também é uma opção, mas o processo demora alguns dias.

Troque a “fechadura” antes de partir

Quando você for embora, não deixe de prestar atenção à atividade da conta, incluindo as tentativas de acesso. Dificulte a vida daqueles que vão tentar roubar a sua conta e troque a senha por uma cheia de caracteres variados e difícil de adivinhar.

Outra boa medida é ativar a verificação de login em dois passos e os avisos de entrada, que alertarão possíveis tentativas de acesso a partir de outros dispositivos.

Finalmente, avise seus contatos (se você quiser)

Você pode deixar uma nota na sua Linha do Tempo 24 horas antes de fechar a sua conta ou enviar uma mensagem a todos os seus contatos. Ou pode fechar por completo seu perfil e anunciar o abandono em outras redes sociais, como o Twitter (fica muito mais moderno assim). Seja como for, talvez seja interessante mostrar a seus amigos como eles podem continuar em contato com você.

E se você quer algo mais radical… apague a conta!

A primeira ação que o Facebook permite fazer é desativar sua conta. Ao fazer isso, você fica livre para voltar quando quiser, com todos os contatos e conteúdos anteriores mantidos. Se não quiser que isso ocorra ou se você tem a intenção de eliminar seu perfil por completo, deve solicitar esse processo a partir deste formulário.

Apagar a conta antes de fazer todos os processos descritos nos parágrafos acima, não apenas impedirá sua conexão a outros aplicativos, como também impossibilitará a recuperação de qualquer dado no seu perfil. E se você quiser voltar, também não será possível, claro. Por tudo isso, não recomendamos apagar o perfil. Mas… você decide!

E você, o que faria antes de abandonar o Facebook?

[Artigo original em espanhol]

Carregando comentários