Uber, o que é isso? Conheça o concorrente dos táxis

O Uber é um aplicativo para dispositivos móveis que coloca os usuários em contato direto com os automóveis de passageiros com condutor. A pedra fundamental deste serviço de táxi? A geolocalização dos nossos celulares.

Grande inimigo dos táxis tradicionais, o Uber incomoda porque a empresa da Califórnia não segue as regras administrativas e comerciais tradicionais deste mercado.

Uber, o serviço que nasceu da cultura digital

A empresa Uber– anteriormente UberCab – nasceu no coração de Silicon Valley, São Francisco. A idéia por trás deste aplicativo? Fornecer aos usuários veículos de passageiros com condutor a preços acessíveis. Para simplificar, a reserva é feita diretamente no celular usando a geolocalização.

Como muitos serviços online, o Uber depende muito do sentimento de pertencimento a uma comunidade. Para atingir seus objetivos, o aplicativo oferece aos seus clientes um serviço de alta qualidade. A empresa exige, por exemplo, que seja disponibilizada água aos clientes em todos os carros. Dependendo do serviço selecionado, os motoristas podem também fornecer bebidas energéticas, doces, etc. No Uber, a comunidade é a rainha. Isso é importante para construir umm relacionamento com os clientes, motoristas e os pais.

Como se inscrever?

Tela de inscrição para o Uber

O processo de criação de uma conta no Uber é simples. Você só precisa digitar um endereço de e-mail válido, número de telefone, número do cartão de crédito ou da conta do PayPal e, finalmente, uma senha.

As inscrições podem ser feitas no próprio aplicativo ou no site Uber.com.

Finalizado o cadastro, você encontrará duas opções para chamar um motorista particular. A primeiro é através dos aplicativos para iPhoneAndroid. A segunda é no site para dispositivos móveis da Uber, acessível de qualquer celular ou tablet com navegador.

Uma informação importante: para que o serviço funcione corretamente, você deve permitir que o Uber tenha acesso aos seus dados de localização.

Como chamar um táxi?

Por meio da geolocalização, o Uber detecta automaticamente sua posição na cidade. Para chamar um táxi, você só precisa digitar o destino no mapa e pressionar o botão OK. Então, o aplicativo vai procurar o motorista mais próximo e informar quanto tempo ele vai demorar para chegar. Simples.

Para encontrar um motorista, apenas digite seu endereço

Apenas defina o seu destino final no mapa e pronto

Os trabalhadores do Uber têm todos uma ficha com nome, foto, matrícula, automóvel usado e comentários dos passageiros.

Se o piloto aceitar a corrida, um SMS é enviado a você. Você também pode ligar ao motorista, se for necessário – entenda isto como necessário de verdade.

Graças à localização, é possível rastrear o veículo no mapa em tempo real. Finalmente, após a corrida, você pode escrever uma crítica à corrida e avaliar o motorista. Os condutores também avaliam seus clientes.

Quanto custa?

O Uber não oferece apenas um veículo. A empresa, na verdade, oferece uma série de carros diferentes mais ou menos luxuosos. Aqui estão alguns exemplos:

– UberBerline: é a primeira linha oferecida pelo Uber. Os preços das corridas são mais caros que os táxis tradicionais; os veículos são mais luxuosos e o serviço, como regra, muito melhor.

Tarifa muda de acordo com o veículo escolhido

Uber oferece uma ampla gama de tarifas

– UberX: você tem um orçamento limitado? O UberX pode ser a solução. Um carro menos luxuoso, mas com o mesmo serviço e todas as garantias dos outros veículos.

– UberPOP: o UberPOP é o meio de transporte mais econômico. O sistema é semelhante à carona. O Uber seleciona motoristas particulares e oferece um curso intensivo. Uma vez recebida a certificação, esses motoristas não-profissionais também podem acomodar seus usuários.

Nos últimos meses, a empresa californiana multiplicou as estratégia e anunciou novos serviços. A última entrega de árvores de Natal em casa – o projeto UberTREE – disponível apenas nos EUA ou os barcos UberBoat para se locomover em algumas cidades, como Sydney.

UberBoat é um dos serviços alternativos do Uber

Você pega um Uber? Coloque nas redes sociais!

O Uber é claramente voltado para o segmento da população mais conectado. Tudo passa pelo seu smartphone e todas as transações financeiras são feitas online. Além de um carro de corrida simples, com um motorista particular, o Uber quer tornar o serviço numa experiência interessante… e o público agradece! Nas redes sociais não podemos contar o número de respostas positivas e fotos do Instagram dos seguidores com hashtag Uber.

Repercussão do Uber entre usuários do serviço

No Instagram, existem milhares de fotos de clientes satisfeitos

Existem alternativas para o Uber?

A resposta é sim. O Uber é o líder incontestável do mercado, mas existem outros aplicativos que fornecem este tipo de serviço. O Lyft (disponível para iPhoneAndroid) oferece uma serviço similar ao UberPOP, ou seja, a ligação entre os indivíduos e os motoristas não profissionais na rede. Também há o SideCar Ride para iPhoneAndroid. Estes produtos querem introduzir ainda mais flexibilidade ao lado do preço.

Por que o serviço Uber cria polêmica?

O serviço levanta uma série de críticas por várias razões.

A primeira: o Uber exerce uma concorrência desleal com os táxis tradicionais. Para circular, o serviço de carona não precisa das mesmas licenças que os táxis. Alguns taxistas consideram esta diferença no regulamento ilegal, e com razão. Estes famosos certificados às vezes podem atingir somas astronômicas, até centenas de milhares de dólares em algumas cidades.

Segunda fonte de preocupação: a formação reduzida dos condutores. Muitas vezes criticado, o treinamento oferecido é insuficiente e pode ser a causa de acidentes recentes que envolvem os veículos do Uber.

Finalmente, a terceira crítica envolve diretamente o UberPOP, um dos novos serviços do Uber. Na verdade, é um concorrente direto de sites de carona solidária tradicionais como BlaBlaCar (Android, iPhone e Online,) com uma diferença: em muitos países, a carona solidária só é permitida se for feita de forma sem fins lucrativos. No entanto, os motoristas filiados do UberPOP pedem um valor para enfrentar as despesas. Em algumas cidades, como Bruxelas, a justiça já decidiu.

Além de todas estas críticas, é preciso adicionar outras controvérsias que, às vezes, podem deixar os usuários com o pé atrás sobre os motoristas.

O exemplo mais flagrante? Dois usuários gays foram insultados por um motorista contratado em Paris. A notícia foi rapidamente parar nas redes sociais.

Outra razão de reclamação: os preços, especialmente durante a época de Natal, são considerados excessivos por muitos clientes. O Uber se defende argumentando que a tarifa vai de acordo com a disponibilidade dos veículos.

Uma coisa é certa: estamos apenas no início do drama legal que contrapõe os taxistas tradicionais com a empresa da Califórnia. E se o serviço Uber continuar com taxas de crescimento recorde, o emprego de motorista poderia se tornar um “pequeno trabalho” como qualquer outro.

O que você pensa deste serviço de transporte?

[Artigo original em francês]

Leia também:

Carregando comentários