Vale a pena declarar o imposto de renda no tablet e celular?

Declarar o IRPF no tablet já é possível

2014. É um ano emblemático e incerto para o Brasil. Nós teremos uma Copa do Mundo invejável? Os protestos contra o financiamento público do mundial serão violentos? Teremos escassez de água durante o campeonato? Cláudia Leite e Jennifer López ou Pepê e Neném para cantar a música de abertura do mundial? Quem será o próximo presidente?

São muitas perguntas, mas uma coisa já é certa: precisamos declarar o imposto até 30 de abril. Sabemos que nossos representantes não são as melhores pessoas do mundo para gerenciar dinheiro público e transformar em benefícios cívicos sólidos. Mas temos nossa obrigação, e é hora de enfrentar o estrangulamento do leão.

Diferente dos últimos anos, nós ganhamos mais uma opção para informar os rendimentos. Se antes estávamos restrito ao PC, agora nós podemos dizer ao governo quanto recebemos em 2013 através de dispositivos móveis.

Vale a pena fazer a declaração pelo tablet e celular ou é melhor continuar a declaração no PC? Nós separamos oito pontos importantes do m-IRPF para você decidir onde é melhor declarar – ou menos pior.

1. Limitação de sistema operacional

O Windows Phone foi excluído dos sistemas operacionais suportados (Android e iOS) pelo aplicativo da declaração. Diferente da versão multiplataforma do programa do imposto, que possui uma versão para Windows, Mac, Linux e até Solaris. Não será dessa vez que os donos do Windows Phone irão declarar o imposto sem o computador.

2. Impressão do recibo? Só no computador

O aplicativo para celular e tablet não imprime o recibo da declaração. Você precisa enviar o arquivo para o computador e imprimir a partir dele. A impressão do arquivo é importante para você não perder o número da declaração, essencial para preencher o formulário de cadastro do portal e-CAC e usar em futuras declarações.

3. Pensado para telas de 7 polegadas

Se você não tem um dispositivo com uma tela de sete polegadas, a dificuldade para interagir com o extenso formulário será maior que descobrir o significado de termos técnicos do imposto. A interface do aplicativo foi desenvolvida para aparelhos que tenham, no mínimo, sete polegadas. Antes de usar o m-IRPF, assegure-se que o tamanho da tela é compatível.

4. Esqueça a retificação do imposto

Uma limitação importante do aplicativo é a ausência de suporte à retificação. Se você esquecer algum dado ou preencher com valores incorretos, a correção só poderá ser feita no PC.  O processo para refazer o imposto de renda no computador é pouco burocrático: você precisa localizar o arquivo e enviar para um serviço de armazenamento online ou e-mail.

5. Tenha um leitor de PDF instalado no iOS

O processo de preenchimento do imposto ocorre sem a obrigação de instalar outros programas no iOS… até você tentar salvar o recibo de entrega. Para salvar, é preciso instalar um leitor de PDF no aparelho.

Nós temos algumas sugestões para você resolver o problema. Mas não deixa de ser um certo incômodo instalar outro app só para isso. Problema exclusivo do sistema operacional da maçã.

6. Começar no tablet e terminar no celular

Como o rascunho da declaração é armazenada em servidores online, você pode iniciar o informe dos seus rendimentos no tablet e terminar no celular à caminho do trabalho, por exemplo.

E não está limitado apenas aos aparelhos diferentes, sistemas operacionais diferentes também funcionam. Começar no Android e finalizar a declaração no iOS e vice-versa é perfeitamente possível, diferente dos computadores.

7. Interface moderna com pictogramas

Diferente da versão para computador, que organiza as categorias com pequenos ícones sem graça, a interface do aplicativo de declaração usa pictogramas para informar a função de cada categoria de informe.  O ícone dos dependentes, por exemplo, contém uma imagem de uma criança com fraldas e um casal de idosos caminhando apoiados por uma bengala.

8. Transmissão direta sem o Receitanet

Se para salvar o recibo de entrega é preciso instalar um leitor de PDF no iOS, para transmitir a declaração você só precisa apertar o botão para enviar. O melhor recurso do aplicativo é a possibilidade de transmitir imediatamente a declaração sem precisar de outro app. É importante lembrar que a velocidade de transmissão está condicionada à sua conexão.

Vantagens e desvantagens

Como dissemos durante o artigo, existem vantagens e desvantagens para declarar o imposto de renda em um dispositivo móvel. A portabilidade é a vantagem mais clara, enquanto o tamanho da tela do aparelho é a desvantagem mais limitadora – isso sem contar a ausência do Windows Phone. É preciso criar uma versão para usuários do WP. Ainda mais quando uma consultoria afirma que o sistema da Microsoft ultrapassou o iOS em vendas.

Apesar do texto não ser incisivo sobre valer a pena ou não, posso dizer que, para mim, valeu. Eu iniciei minha declaração no tablet e finalizei por lá mesmo. Fiquei mais confortável em usar meu Samsung Galaxy Tab 3 que sentar em frente ao notebook por horas intermináveis. A portabilidade do tablet me ajudou a aproveitar o sol da varanda para exercer a atividade cívica que menos me alegra em fazer. Mas não foi fácil.

Você vai usar qual dispositivo para declarar o imposto de renda em 2014?

Carregando comentários