Windows único: o que esperar da próxima atualização do Windows?

Quando chega uma atualização, sempre há outra já virando a esquina. Seguindo os passos do lançamento do Windows 8.1 Update 1, a fábrica de rumores sobre o Windows 8.1 Update 2, o Windows 8.2 e o Windows 9 ganhou impulso. Aqui vai um panorama das meia verdades que conhecemos até agora.

Próxima atualização: Windows 8.2 ou Windows 8.1 Update 2

De acordo com recentes informações divulgadas na mídia, a Microsoft planeja outra atualização para o Windows 8, a ser lançada em agosto de 2014. Ainda é incerto, porém, se vai chegar ao mercado como Windows 8.2 ou Windows 8.1 Update 2.

De novo, a fonte dos rumores é o grupo hacker russo WZor, que já chamou atenção no passado com suas previsões. Mary Jo Foley, do ZDNet, que tem contatos na Microsoft, também falou sobre uma nova atualização para o verão.

Pouco se sabe, entretanto, sobre as inovações esperadas. Na conferência BUILD, a Microsoft mostrou os aplicativos da Windows Store (Metro Apps) no modo de janela, e um menu Iniciar completamente funcional.

Segundo o WZor, o futuro Menu Iniciar vai funcionar de formas diferentes em dispositivos com tela tátil e nos PCs tradicionais. Outras fontes falam de um design otimizado de Menu Iniciar para que possa funcionar bem em dispositivos touch.

Interface do Menu Iniciar do Windows 9 é um pouco diferente

Como conta Mary Jo Foley, se possível, a Microsoft planeja oferecer as duas inovações na atualização de agosto. Tecnicamente, isso é algo plausível para o botão Iniciar: a tecnologia não é nova e nem é particularmente complexa.

Já com relação ao modo janela dos Windows Store Apps, as coisas parecem ser bastante diferentes. Esses aplicativos foram otimizados para uma visualização em tela cheia. A companhia Stardock também já confirmou com o ModernMix que tudo continua funcionando.

Windows 9

Não sabemos quase nada sobre o Windows 9, apenas que a data de lançamento prevista é abril de 2015, assim como a de uma provável nova versão da interface Modern Surface UI.

Se o menu Iniciar e o modo janela para os apps do Windows Store não se fizerem presentes na atualização de outono, poderiam ser duas significantes inovações do Windows 9. Muito antes da BUILD 2014, já era possível ver conceitos interessantes do Windows 9 no YouTube e em sites como DevianART, majoritariamente com o menu Iniciar e os apps da Windows Store em modo janela.

Parece que a Microsoft está cedendo à pressão dos usuários. No entanto, isso não seria o suficiente para ser considerado uma grande atualização de versão, o que significa que podemos contar com outras boas novidades.

Windows grátis

Surgiram rumores no WZor de que a Microsoft iria oferecer uma versão do Windows grátis e reduzida como uma espécie de sistema na nuvem. O usuário, então, desbloquearia funções avançadas via assinatura, da mesma forma como no Office 365, por meio de uma conexão de internet.

Outras fontes já falaram sobre uma possível versão grátis do Windows. Segundo elas, a Microsoft estava experimentando o “Windows 8.1 com Bing“, que a companhia poderia distribuir aos usuários do Windows 7.

Próximo Windows pode estar integrado ao Bing

O mais provável é que esses informações tenham um fundo de verdade. A Microsoft está colocando em prática uma estratégia agressiva e oferecendo cada vez mais produtos com preços rebaixados ou completamente grátis. Como anunciado na conferência BUILD 2014, tudo indica que dispositivos com telas menores que 9 polegadas terão o Windows de graça.

Em fevereiro, uma redução de 70% do preço do Windows 8.1 em tablets e computadores de baixo custo foi manchete na mídia, e, em dezembro passado, rumores sobre versões grátis do Windows Phone e do Windows RT circularam a toda velocidade. Para alguns fabricantes de celulares, isso é realidade desde março. Até mesmo o superpopular Office 2013 ficou disponível grátis para minitablets desde meados de 2013.

Windows único: fusão entre Windows RT e Windows Phone

Desde o lançamento do Windows 8, a Microsoft vem trabalhando na fusão do Windows Phone com o Windows 8. A empresa começou com o alinhamento da interface. Ambos estão baseados nos blocos dinâmicos e no design conhecido como Modern UI, que foi introduzido primeiro no Windows Phone. Isso tudo é parte da estratégia de longo prazo da Microsoft.

Tecnicamente, alinhar os sistemas é algo bem complicado de se fazer. A arquitetura de chips e os requisitos para o usuário diferem drasticamente em celulares, tablets e PCs. Atualmente, a Microsoft está focada no alinhamento do Windows Phone e do Windows RT, situação na qual o Windows RT representa a Modern UI e o ecossistema de apps do Windows 8.

Com o recém-lançado Windows Phone SDK, os desenvolvedores podem facilmente criar aplicativos para ambos ecossistemas de maneira simultânea.

Apenas um Windows para todos dispositivos

A Microsoft, no entanto, não se contenta com este progresso. Como chefe da divisão do sistema operacional da Microsoft, Terry Myerson revelou em uma entrevista que a empresa de Redmond também planeja alinhar as ferramentas de desenvolvimento para outras plataformas.

No âmbito da estratégia Windows Único, a gigante do software trabalha em um ambiente de desenvolvimento padronizado para todos os tipos de aplicativos para Xbox, tablets, smartphones e serviços na nuvem.

Ainda não está claro como a Microsoft vai reunir – ou se é capaz de reunir – o desktop e o apps da Windows Store. Talvez os clássicos programas de desktop ficarão disponíveis até que morram lentamente, com o desenvolvimento contínuo do novo modelo de aplicativos.

[Artigo original em alemão]

Leia também

Carregando comentários